SAIBA AONDE VOTAR

Eleição do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente é preparada

SERVIÇO Locais de votação receberão urnas eletrônicas no sábado; pleito escolherá 30 nomes, sendo 15 titulares e 15 suplentes. (Foto: arquivo)

O Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMCA) está finalizando os últimos detalhes para a eleição dos novos conselheiros tutelares do município, que acontecerá neste domingo. No dia serão eleitos 30 nomes, sendo 15 titulares e 15 suplentes para atuar nas unidades do centro, Braz Cubas e no novo, que será instalado em Jundiapeba. Serão eleitos cinco para cada unidade.

A novidade deste ano é o uso das urnas eletrônicas, cedidas pela Justiça Eleitoral, a pedido do CMCA para dar maior celeridade e lisura ao processo. A presidente do Conselho, Luana Guimarães, explica que hoje será feito o treinamento de mesários. Os equipamentos serão instalados nas escolas, um dia antes, no sábado. Todo o processo é coordenado pelo próprio órgão.

A participação do público é facultativa, mas a direção do CMCA destaca a importância do envolvimento da população na escolha das pessoas que têm a missão de defender e proteger as crianças e adolescentes, com poder de intervir para garantir a integridade e evitar qualquer tipo de violência contra eles.

Os eleitores estarão divididos por zona eleitoral, a exemplo do que acontece com as eleições normais. Na edição de hoje, O Diário publica todos os locais de votação para orientar as pessoas no dia. Na edição de amanhã serão divulgados os nomes dos concorrentes às vagas. Esta é a segunda vez que a população pode escolher os conselheiros de forma direta, por meio do voto.

Para que a eleição pudesse ser feita com o uso das urnas eletrônicas, os candidatos tiveram que adaptar seus números, passando de um e dois para cinco dígitos. Além disso, o uso desse sistema informatizado não aceita números que comecem com zero. Isso significa que os 38 candidatos que disputarão as 30 vagas terão que acrescentar o 1 na frente do número de inscrição. Assim, a pessoa que for votar no candidato que concorre com o 1 terá que digitar 10001 na urna. A exigência vale para todos. Quem concorre com o número 129 terá que acrescentar o 10, passando para 10129.

Como a mudança ocorreu na reta final, para os candidatos que já vinham fazendo a campanha com os números de inscrição, o CMCA definiu uma estratégia para ampliar a divulgação com as informações de todos. Além dos dados veiculados pelas mídias, serão anexados cartazes com as fotos e novos números dos candidatos. Além disso, os mesários serão instruídos a orientar os eleitores nesse sentido.

Deixe seu comentário