Elias deve se despedir de Itaquera

ef070115 - Daniel Augusto Jr. - Ag. Corinthians
Elias que tem tudo para voltar a trabalhar com técnico Mano / Foto: Daniel Augusto Jr – Ag. Corinthians

São grandes as possibilidades de que as próximas duas partidas marquem o fim da segunda passagem de Elias pelo Corinthians. O meio-campista já deu sua palavra a Mano Menezes de que jogará no Shandong Luneng-CHN após a Copa América. Antes de se apresentar a Dunga, no próximo dia 22, ele está escalado no jogo de hoje contra o Grêmio, na estreia do Corinthians no Brasileiro deste ano. A partida está marcada para as 16h no estádio do Itaquerão. Depois jogaria diante do Vitória, na segunda rodada.

Há, evidentemente, necessidade de que haja um acordo comercial para viabilizar o negócio que é conversado entre as partes já há algumas semanas. Por isso, o estafe de Elias espera encaminhar toda a parte financeira até o fim de semana que vem. Dinheiro para os chineses, porém, não tem sido problema.

Trabalhar novamente com Mano Menezes, na avaliação de Elias, é um ponto crucial.
O treinador e ele se conheceram no Corinthians, há oito anos, e desde então estiveram juntos no Flamengo e de novo no Corinthians. Também foi Mano quem o levou à seleção brasileira. É ao mesmo técnico que ele recentemente empenhou a palavra de que irá à China.

A Seleção, para Elias, também tem peso na decisão. O volante considera que trabalhar ao lado de Mano, do preparador físico Dudu e do fisioterapeuta Bruno Mazziotti dá mais chances de seguir convocado após a Copa América. Obviamente, a decisão de jogar na China é motivada por números bem acima da realidade brasileira.

O corintiano também observa que Renato Augusto e Gil, chamados por Dunga nas listas de 2016, conservam patamar físico semelhante ao que tinham até sair do Brasil. O zagueiro foi à China trabalhar com Mano, comprado em janeiro por quase 10 milhões de euros (R$ 42 milhões).

A saída provável de Elias faz o Corinthians se movimentar. Tite receberá Camacho, do Audax, na próxima semana, além do atacante Bruno Paulo. Ele quer outro meio-campista, um centroavante e um zagueiro, já que Felipe tem ida bem próxima de confirmação para o Porto-POR.

Em janeiro, a China levou quatro jogadores corintianos: Ralf, Jadson, Renato Augusto e Gil. Por Elias, o Corinthians terá direito a 50% da venda e precisa pagar 2 milhões de euros (R$ 8,8 milhões na atual cotação) ao Sporting-POR.