INFORMAÇÃO

Enfim, alguma ação em favor da limpeza do Tietê

Vereador Diegão cobra, mas obra esbarra na falta de licença ambiental

O vereador Diego de Amorim Martins, o Diegão (MDB), está cobrando maior agilidade da Secretaria de Estado do Meio Ambiente na concessão de licenciamento ambiental para que o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) possa realizar a retirada de vegetação aquática do trecho do Rio Tietê que corta Mogi das Cruzes. A presença desses vegetais, resultado da combinação da elevada presença de agentes poluidores e da baixa quantidade de água disponibilizada para o Tietê, vem sendo denunciada há tempos por este jornal. O problema se concentra entre a estação de bombeamento da Sabesp, que desvia água do rio para o Sistema Alto Tietê, próximo do limite entre Mogi e Biritiba, até a área junto à ponte da Avenida João XXIII, entre o Socorro e César de Souza. Segundo informa o vereador, quando consultado, o DAEE informou, por meio de nota, que “continua aguardando a liberação da licença ambiental e de recursos para realizar a limpeza e retirada dos aguapés do Rio Tietê entre a estação de captação de água do Semae e o ponto de bombeamento da Sabesp, em Biritiba Mirim.” Pelo visto, o órgão ignora o trecho mais afetado pela presença da vegetação aquática, já na área urbana de Mogi. Já a Secretaria de Estado do Meio Ambiente informou que “o processo está em análise técnica para a concessão da licença, mas ainda não foi concluído”. E foi ainda mais lacônica: “Não há prazos para informar”. O vereador Diegão lembra que somente com a licença ambiental, é que poderão ser liberados os recursos para a obra. “Em abril deste ano, a Prefeitura de Mogi divulgou que a Superintendência do DAEE, em reunião com a diretoria do Semae, havia dito que até o final deste ano seria feito o serviço de retirada dos aguapés do rio”, disse o vereador. Pelo visto, a obra ficará mesmo para o próximo ano. Mais um débito do governo estadual em relação a Mogi das Cruzes, que ficará para o governo de João Doria Júnior (PSDB), que tomará posse no início de 2019.

MDB – 1
O deputado federal mogiano, Junji Abe, foi escolhido para integrar o Conselho da Executiva do Diretório Estadual do MDB, durante convenção realizada em São Paulo, no último sábado. O seu filho e vice-prefeito de Mogi, Juliano Abe, passa a ser suplente da Comissão de Ética do partido, enquanto o vereador mogiano Mauro Araújo foi eleito membro do Diretório.

MDB – 2
A convenção reconduziu o deputado federal Baleia Rossi para o cargo de presidente do Diretório Estadual peemedebista. O deputado estadual Itamar Borges foi eleito 1º vice-presidente, enquanto outro deputado estadual, Léo Oliveira, é o 2º vice. O 1º secretário será o deputado estadual Jorge Caruso e o tesoureiro, Arlon Viana Lima, considerado homem de confiança do presidente Temer em São Paulo. Já o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e o ex-governador Fleury Filho, foram eleitos, respectivamente, 1º e 2º vogais do Diretório.

É campeão!
O vereador e médico mogiano Otto Flôres de Rezende, da Equipe CPKA, sagrou-se campeão da 22ª edição das 500 Milhas de Kart, categoria Light, disputada no último domingo, no Kartódromo da Granja Viana, em São Paulo. Na Light, os 20 carros têm a embreagem um pouco mais fraca, andando, teoricamente, um pouco menos que na categoria principal, onde a equipe AM Com Racing, de André Nicastro, conquistou seu oitavo campeonato. Para variar, Rubinho Barrichello chegou em segundo.

Mercadão
Está prevista inicialmente para o próximo dia 14 a conclusão e entrega das obras de revitalização do Mercado Municipal de Mogi, que está recebendo gás encanado, melhorias no piso, telhado e pintura. Terminadas as obras, as atenções deverão se voltar para obras no Mercado do Produtor Minor Harada, no Mogilar.

Frase
O Brasil corre o risco de ficar obsoleto antes de ficar pronto.
Claude Lévi Strauss (1908-2009), antropólogo, professor e filósofo belga