CARTAS

Esclarecimentos

O empresário Nildo Alabarce esclarece sobre a Entrevista de Domingo, publicada anteontem: “Não fui contra a entrada da família no ramo do varejo. Desde que os meus filhos falaram em se estabelecer no ramo de supermercado eu aceitei e fiquei muito feliz com o fato de meus filhos quererem ttabalhar. Só me opus quando, no final de 2000, a Valéria teve a ideia de construir uma unidade do supermercado na Vila Oliveira ( Vila Nova Socorro), pois o terreno era um tremendo buraco com diferença entre os fundos e a frente para a rua Mariana Najar de 24 metros de profundidade. Nessa ocasião falei que ela estava louca, mas uma semana depois aceitei e começamos o projeto. E na pergunta, “Foi difícil?”, o que ocorreu é quando abrimos, pensamos que a loja da Vila Oliveira logo estaria lotado de clientes. E não foi assim. Só conseguimos ir aumentado a clientela com o tempo e assim que houve a preocupação com a pequena venda eu, e não a Valéria, falei para que os produtos que tínhamos na loja, bem como no estoque, estavam pagos e que logo começariam a ser vendidos com maior rapidez. O imóvel para a ampliação da loja da Vila Oliveira foi adquirido do empresário Henrique Borenstein, que não era nossa sócio, como erroneamente diz a reportagem”.

Nildo Alabarce

Advogado e empresário


Deixe seu comentário