POLÍCIA CIVIL

Escola Estadual Coronel Almeida, no centro de Mogi, é invadida e furtada

A Polícia Civil seguia nesta segunda-feira sem informações para identificar os marginais que invadiram quinta-feira da semana passada a tradicional Escola Estadual Coronel Almeida, no centro de Mogi. Eles furtaram 4 cestas básicas e arrombaram a porta de acesso ao pátio, onde deixaram restos de alimentos e lixo no local.

Uma funcionária constatou o arrombamento e procurou o Distrito Central. A ocorrência já foi informada ao Setor de Investigações. Outra escola também foi invadida na estrada Beija-Flor por marginais que levaram alimentos.

Homicídio

O corretor de imóveis Bruno Fernandes de Souza, de 28 anos, solteiro, levou oito tiros, na noite de sexta-feira, dia 24, no interior da casa onde residia na rua Santa Barbara, 181, no Conjunto Habitacional Dona Escolástica, em Itaquaquecetuba. Ele foi socorrido ao hospital Santa Marcelina por uma equipe do Samu, porém morreu.

O autor do crime não foi identificado pela Polícia Civil até o fim da tarde de ontem. As investigações já foram iniciadas pelo Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes.

A irmã da vítima, Roberta Fernandes de Souza disse aos policiais na Delegacia de Itaquá que o irmão Bruno Fernandes era usuário de drogas e tinha antecedentes criminais.

Após os levantamentos do crime que podem ajudar nas buscas, o corpo do corretor foi removido ao Posto do Instituto Médico Legal, em Suzano.


Deixe seu comentário