MOGIANO

Escultor mogiano Lucio Bittencourt abre exposição no Centro Cultural e lança livro

Um dos mais importantes artistas mogianos, reconhecido internacionalmente por suas esculturas em sucata de metal, recebe o público nesta terça-feira, dia 14, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes. (Foto: Lailson Santos)
Um dos mais importantes artistas mogianos, reconhecido internacionalmente por suas esculturas em sucata de metal, recebe o público nesta terça-feira, dia 14, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes. (Foto: Lailson Santos)

A exposição do escultor mogiano Lucio Bittencourt nesta terça-feira, dia 14, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes, marca o início do Festival de Verão. “40 anos da Arte de Lucio Bittencourt” é o título da mostra e do livro, que ele autografa nessa mesma noite, às 19 horas. Ele irá expor cerca de 15 obras entre figurativas e abstratas, sendo 2 ou 3 de grande porte que ficarão na praça Monsenhor Roque Pinto de Barros, em frente o Centro Cultural.

Lucio Bittencourt já produziu mais de 20 mil obras, centenas de exposições incluindo países da América do Sul, Central e Europa, e tem monumentos espalhados por todo o país, além das cidades de Lisboa, em Portugal, e Lyon, na França. Entre suas principais exposições ao ar livre, destacam-se duas realizadas na avenida Paulista e uma no Vale Anhangabaú, nos anos 1990, que fizeram de Bittencourt o único artista com tais realizações.

Seu primeiro ateliê era ponto de referência na região central da cidade, na rua Dr. Ricardo Vilela, onde ficou até 1997, quando se mudou para o bairro do Botujuru, seu endereço atual. Com o espaço significativamente maior e longe do Centro, sua obra ganhou dimensões maiores e a produção cresceu ainda mais.

Não é em Mogi das Cruzes, porém, onde sua obra é mais vista ou estão seus maiores colecionadores. Há apenas um monumento de Bittencourt na cidade, a “Pirâmide Humana”, instalado na avenida Narciso Iague Guimarães. O município de Ribeirão Pires (SP), por exemplo, tem mais de 30 esculturas do artista espalhadas por espaços públicos da cidade.


Deixe seu comentário