PREVENÇÃO

Especialista comenta a importância do Outubro Rosa; câncer de mama atinge mulher acima de 50

Quando – em São Paulo, no ano de 2002 – o Mausoléu do Soldado Constitucionalista (conhecido como o Obelisco do Ibirapuera) foi coberto por luzes rosas, a campanha de luta contra o câncer de mama de fato começou no Brasil. O Outubro Rosa teve início nos Estados Unidos e se tornou uma iniciativa mundial, promovendo durante todo o mês ações de conscientização, prevenção e apoio às mulheres vítimas da doença. Em Mogi das Cruzes, a Prefeitura realiza desde o início do mês o Outubro Mais Rosa.

Oncologista no Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, Paulo Villas Boas de Carvalho, explica que o câncer de mama pode acontecer em homens, mas que a incidência é muito maior em mulheres com mais de 50 anos. Apesar de mais raros, os casos registrados em pacientes mais jovens costumam ser mais agressivos.

“É por isso que existe uma importância tão grande em fazer o diagnóstico sempre o mais precoce possível, isso traz uma vantagem muito importante na condução no caso. Quanto antes tratar, maiores são as chances de cura. Quando se fala em qualquer câncer nós temos que pensar em quatro etapas: a primeira é fazer o diagnóstico e para isso precisa retirar um pedaço para ser examinado. Depois, precisa estadiar o tumor, usar métodos clínicos para medir a extensão desse câncer, se evoluiu ou se deu metástase. Feito essa fase, vai planejar o tratamento para que, enfim, ele possa ser iniciado”, detalhou o médico.

Sendo assim, não é possível traçar os procedimentos que serão realizados em uma paciente de câncer de mama de uma maneira generalizada. Passadas todas essas etapas os profissionais definem, por exemplo, se a quimioterapia será realizada antes ou após a cirurgia de remoção do tumor ou também se a radioterapia fará parte do tratamento. Tudo é, então, definido por meio de estudos clínicos.

“O sintoma precoce de um câncer de mama costuma ser o aumento de volume no tecido do corpo, por isso indicamos o autoexame, porque ninguém conhece o corpo da mulher melhor do que ela mesma. Mas não pode ser só isso, porque muitas vezes essa mudança não é nada, pode ser uma inflamação ou outra coisa. Então, é preciso procurar um médico e fazer os exames de mamografia e papanicolau, visando sempre o diagnóstico precoce”, ressaltou Carvalho.

Hoje, Mogi conta com quatro equipamentos para realização de exames de mamografia: Hospital Luzia de Pinho Melo, Ambulatório Médico de Especialidades (AME), Pró-Mulher e Única de Jundiapeba. Devido ao mês especial, até 31 de outubro, mogianas de 50 a 69 anos que ainda não realizaram mamografia anual podem procurar a unidade de saúde mais próxima para solicitar o agendamento do exame. Ao longo do ano, os exames podem ser feitos conforme solicitação médica. Neste ano, a cidade recebeu a Carreta Mulheres de Peito, no Largo do Rosário.

O Papanicolau deve ser realizado anualmente por mulheres de qualquer idade, a partir do início da atividade sexual, e deve ser solicitado em qualquer unidade de saúde, diretamente à enfermeira.

Pró-Mulher abre hoje para exames

Em Mogi das Cruzes, a Campanha Outubro Mais Rosa já realizou 388 mamografias e 1.048 coletas de Papanicolau entre os dias 1 e 15 deste mês. Hoje, a unidade do Pró Mulher estará aberta das 8 às 17 horas, realizando atendimentos de Colposcopia e liberação de guias de mamografia para as pacientes que se encaixam no perfil. “A escolha do sábado para esta ação favorece as mulheres que se encontram impossibilitadas de comparecerem durante a semana”, explica a coordenadora de Saúde da Mulher, Gisele Menichelli.

Ainda hoje, e também amanhã, a Secretaria Municipal de Verde e Meio Ambiente sediará um evento do Outubro Rosa com uma ação especial da Red House Tatoo, que realizará a cobertura de cicatrizes de mastectomizadas e a reconstrução de aréolas sem custo para as pacientes. O evento será realizado das 10 às 19 horas e reunirá alguns serviços de saúde e orientações para as mulheres.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Bezerra, incentiva as mulheres a participarem da campanha e fala sobre a importância dos exames preventivos. “Estamos trabalhando para alcançar o maior número possível de pessoas. Todas as unidades de saúde estão promovendo ações para orientar e garantir o acesso de todas as mulheres à informação, consultas e exames”, explicou.

Ele ressalta a importância das mulheres avisarem caso não possam comparecer aos exames. Elas devem entrar em contato por meio do SIS 160. “Para este mês nós já temos um pouco mais de 2 mil agendamentos para coletas de Papanicolau. A pessoa que falta e não desmarca com antecedência, compromete a capacidade de marcação de consultas da unidade de saúde, dificulta o acesso de outros usuários ao sistema de saúde e contribui para aumentar o prazo de espera para determinado procedimento ou consulta”, afirmou.

Grupo de pacientes ganha sessão de fotos neste domingo

No domingo, o grupo Profissionais de Sucesso, liderado pela master coach Adriane Amaral, reforça o Outubro Rosa e vai proporcionar um dia especial a 15 mulheres em tratamento contra o câncer de mama. A equipe vai preparar uma tarde com café, presentes, maquiagem, limpeza de pele, sobrancelhas, sessão de fotos para cada uma e um bate-papo sobre a importância da inteligência emocional na vida das mulheres. O trabalho será realizado por profissionais especializados que integram o grupo.

Deixe seu comentário