INVERSÃO

Ex-policial é preso por suspeita de furto de cabos da CPTM

Na época do crime, a polícia apreendeu 5 mil quilos de fios furtados da companhia. (foto: Arquivo)
Na época do crime, a polícia apreendeu 5 mil quilos de fios furtados da companhia. (foto: Arquivo)

O ex-policial militar Alexandre Emerson Navarro, de , de 42 anos, o qual diz ser comerciante, continuava, na tarde de ontem, em uma das celas especiais, do 91º DP, na Vila Lepoldina, em São Paulo. Ele foi preso nesta segunda-feira, na casa dele, na Rua Padre Albino Baretta, em César de Souza após operação realizada pela Polícia Civil, que reuniu investigadores, do 53º DP, no Parque do Carmo, na zona leste da Capital, e uma equipe, do Distrito Central, com Luiz Roberto Bourg de Mello (chefe), Leandro Yoshimura e Daniel Tsukada.

Segundo os policiais mogianos, Alexandre Emerson é apontado como chefe de quadrilha responsável por furto de cabos da CPTM (Companhia Brasileira de Trens Metropolitanos) e da Vivo. As buscas tiveram início em maio, no Distrito de Jundiapeba, após Leandro e Daniel prenderem pro receptação o comerciante Adriano Almeida, dono de desmanche, em maio último. Na ocasião, ele mantinha em um caminhão 5 toneladas de cabos da CPTM, era apena pequena quantia das 16 toneladas furtadas do depósito da companhia, na Lapa, na Capital. Almeida teve a prisão decretada e encontra-se preso. A Polícia Civil segue nas investigações.