MOSTRA CULTURAL

Exposição na Prefeitura de Mogi comemora os 100 anos da imigração japonesa

CULTURA JAPONESA Público poderá conferir 90 peças expostas em nove cenários que contam um pouco dos costumes e modo de vida dos imigrantes e seus descendentes. (Foto: Elton Ishikawa)

Uma mostra cultural em comemoração aos 100 anos da imigração japonesa na cidade pode ser conferida no prédio-sede da Prefeitura de Mogi das Cruzes. Intitulada ‘A Cultura Japonesa’, a exposição aberta ontem com a tradicional cerimônia do chá, conta a história de imigrantes por meio de peças, que vão de utensílios culinários a vestuários, passando por obras de arte.

“É uma honra receber na Prefeitura de Mogi das Cruzes a exposição que homenageia o povo japonês e seus descendentes, que há 100 anos está na cidade contribuindo conosco. Mogi das Cruzes não seria a mesma sem a comunidade nipo-brasileira e essa celebração é mais do que merecida”, comentou o prefeito Marcus Melo.

A exposição reúne aproximadamente 90 peças apresentadas em nove cenários, com elementos referentes à cultura japonesa. Por meio de equipamentos utilizados nas lavouras, objetos da culinária, além de esculturas e roupas típicas, a mostra retrata as histórias vividas pelos primeiros imigrantes em Mogi das Cruzes.

No evento de abertura, o público pode apreciar a cerimônia do chá e também a produção de ikebanas, que são arranjos florais com uma técnica especial.

A mostra cultural conta com o apoio do Bunkyo – Associação Cultural de Mogi das Cruzes e tem por objetivo reverenciar e preservar a cultura japonesa. Outros apoiadores são a Associação dos Agricultores de Cocuera, além da Província Carmelitana, Pro+Vida e da família Miyazaki.

A imigração

No início do século 20, o Japão estava sofrendo com o excesso de população e o Brasil precisava de pessoas para a mão de obra nos cafezais do oeste paulista. Graças a um acordo entre o governo brasileiro e japonês, no ano de 1908, saiu da cidade de Kobe, no Japão, o navio Kasato Maru, que desembarcou no porto de Santos em 18 de junho, 52 dias após o embarque.

Conhecedores de boas terras, os japoneses encontraram em Mogi das Cruzes, no ano de 1919, um meio de sobrevivência por meio da agricultura. Desde então, os japoneses e seus descendentes se instalaram em definitivo em território mogiano, fazendo da agricultura seu maior meio de sobrevivência e disseminando elementos da cultura japonesa, que atualmente estão incorporados à identidade do município.

A exposição “A Cultura Japonesa” ficará aberta ao público até o próximo dia 12 de dezembro no horário de funcionamento da Prefeitura Municipal, das 8 às 17 horas, de segunda a sexta-feira. O endereço é Avenida Narciso Yague Guimarães, 277, no Centro Cívico.


Deixe seu comentário