CARTAS

Falsos sequestros

Esse falso sequestro chegou em casa há uns meses.

Recebi o telefonema avisando do sequestro de meu filho que, naquele momento, às 21h30 fazia um chá na cozinha.

O sequestrador, após a pantomima de gritos e choros, avisava que podia matar meu filho.

Ato contínuo… autorizei essa façanha.

A princípio, ele não acreditou e forçou a barra.

Depois… desligou.

Jarbas Guedes

jarbasguedes@yahoo.com.br


Deixe seu comentário