CASO

Família de Suzano morre em acidente de trânsito na Bahia

VIOLÊNCIA O veículo em que viajava a família suzanense foi totalmente destruído com o impacto provocado pela batida do caminhão de carga. (Foto: divulgação)
VIOLÊNCIA O veículo em que viajava a família suzanense foi totalmente destruído com o impacto provocado pela batida do caminhão de carga. (Foto: divulgação)

Uma família de Suzano foi sepultada na manhã desta segunda-feira (27), no Cemitério São Sebastião. Pai, mãe,
filha e o genro morreram, na última sexta-feira, na rodovia BR-116, no trecho da cidade de Cândido Sales. Eles viajavam em um veículo atingido por um caminhão ocupado por três pessoas que transitavam no sentido Minas Gerais.

A Polícia Rodoviária Federal identificou os mortos como Gilvan Alves Ferreira, de 52 anos, a mulher dele, Maria Aparecida Ferreira, de 48 anos, a filha do casal Valéria Alves Ferreira, de 21 anos, e o genro Rodrigo da Silva, de 29 anos. Os corpos chegaram na noite de domingo em Suzano, e foram sepultados na manhã desta segunda-feira.

A Polícia Civil de Cândido Sales abriu inquérito para apurar a circunstância em que aconteceu a colisão frontal. As identidades do motorista que provocou a tragédia e dos feridos que o acompanhavam, não foram divulgadas.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, após perder o controle, o condutor do caminhão invadiu a contramão, arrastando o automóvel da família de Suzano, até cair em um barranco.

Já em Suzano, na manhã desta segunda-feira, na Marginal do Una, um caminhão tombou e a carga de frutas destinada a um supermercado caiu na via. O motorista, que não teve o nome divulgado, disse que foi fechado por um carro. Não houve feridos.


Deixe seu comentário