TÊNIS

Feijão joga duplas em Punta e já mira torneios nos EUA

Atual número 400 do ranking mundial, Feijão iniciou o challenger de Orlando com o pé direito,. (Foto: Nelson Toledo/ FotoJump)

Fora do challenger de Punta del Este (Uruguai), o tenista mogiano joão Olavo de Souza, o Feijão, mira agora dois torneios nos Estados Unidos, o primeiro já na próxima semana, a última de janeiro. A parada será em Weston, na Flórida, torneio de piso duro e com premiação de U$$ 25 mil. Uma semana depois, já em fevereiro, o desafio será em Dallas, também disputado em piso duro, no Texas, com premiação de US$ 135 mil. A meta é somar pontos para chegar em ocndições de disputar o Aberto da França, em maio, torneio da série Grand Slam.

Mas o tenista mogiano segue no Uruguai onde disputa o torneio de duplas, ao lado do argentino Mariano Kestelboim. A estreia será contra os argentinos Matia Franco Descotte e Matias Zukas.

Feijão caiu na chave de simples no Uruguai, anteontem, em um duelo 100% nacional pela segunda rodada do challenger de Punta del Este. O cearense Thiago Monteiro levou a melhor, vencendo por 2 sets a 0 – com parciais de 7/6 (8-6) e 6/2, depois de 1h46 de partida, garantindo um lugar nas oitavas de final no saibro uruguaio.

Feijão iniciou com vitória sua campanha em Punta Del Este, contra o norte-americano Preston Brown, tenista canhoto convidado pela organização, na última segunda-feira. O mogiano não teve dificuldade para vencer em dois sets – parciais de 6/2 e 6/4.

No duelo com Feijão, Monteiro, quarto favorito no torneio, chegou a ter 4/2 e saque no primeiro set, mas perdeu a quebra de vantagem e só foi definir sua vitória no tiebreaks, salvando um set-point antes de abrir 1 a 0. No segundo set, o cearense anotou o primeiro break no terceiro game e ampliou a diferença no sétimo, servindo em seguida para selar a vitória.

O próximo obstáculo do canhoto Monteiro será o chileno Gonzalo Lama, que derrotou o argentino Pedro Cachim em sets diretos, com placar final de 7/6 (7-5) e 6/1.