INFORMAÇÃO

Festa da Padroeira dará início à campanha em favor da Catedral

Restauração da torre junto à rua José Bonifácio é uma medida urgente

A missa das 11 horas do próximo domingo, na Catedral de Santana, será palco do lançamento da festa em homenagem à Padroeira de Mogi, entre os dias 17 e 26 de julho do próximo ano, e do início da campanha destinada a arrecadar fundos para a restauração do prédio da tradicional igreja, localizada na área central da cidade. Conforme esta coluna havia antecipado, o padre Claudio Antonio Delfino, pároco da Catedral de Santana, decidiu antecipar o lançamento dos dois eventos para mobilizar a comunidade católica mogiana em favor da busca de recursos para custeio dos serviços de reforma, que deverão estar concluídos até o ano de 2022. Para dar início aos trabalhos, o religioso espera arrecadar R$ 280 mil, por meio de sorteios de 10 prêmios de uma rifa com 10 mil números, ao preço de R$ 10 cada, além de o lançamento de um carnê de doações voluntárias, com 12 parcelas de R$ 20, R$50, R$ 100, ou qualquer outro valor maior, a ser definido pelo futuro doador. O sacerdote também espera contar com o apoio de conhecidos empresários da cidade, frequentadores assíduos das celebrações realizadas na Catedral, considerado o mais importante tempo católico da cidade. A restauração da torre do templo, localizada ao lado da rua José Bonifácio, é a principal preocupação do religioso, devido a situação precária em que se encontra, já que, por falta de recursos, não foi incluída na mais recente reforma da igreja, ocorrida entre os anos de 2013 e 2014. Outra preocupação de padre Claudio Delfino é a situação do telhado, atualmente permitindo infiltrações de água em dias de chuvas mais ou menos intensas. E, por fim, serão restaurados também os vitrais existentes nas laterais do prédio, cujas obras deverão ser iniciadas imediatamente, segundo o pároco da Catedral, como um incentivo para que os fiéis se engajem nas campanhas em favor das demais obras. Junto com os objetivos materiais, há também a preocupação com a evangelização, por meio da novena, marcada para ocorrer no período entre 17 e 26 de julho. A tradição de Santana deverá ser divulgada por meio do trabalho da Irmandade da santa, que fará visitas aos fiéis levando a imagem da Padroeira de Mogi, a partir do final da Festa do Divino, no início do mês de julho. Também haverá quermesse no período da novena, no espaço ao lado da igreja, além de um almoço, no Clube de Campo, especialmente preparado pelo chef Valdir Stilhano. Tudo pela Catedral e seu restauro.

Mogi perde

O procurador-geral da Fazenda Nacional, José Levi Mello do Amaral Júnior, baixou portaria desativando seis unidades de Procuradorias Seccionais, localizadas em quatro diferentes estados brasileiros. Entre elas, a de Mogi das Cruzes, cujas atividades, servidores e acervo de qualquer natureza deverão ser transferidos, num prazo de 120 dias, para as Procuradorias Seccionais da Fazenda de São José dos Campos e Guarulhos, além da Unidade Virtual da 3ª Região. Passado esse período, a unidade de Mogi será extinta, se nada for feito para impedir que isso aconteça. O procurador regional será responsável pela condução de todo o processo de desativação da unidade e pela definição da distribuição das atividades e do pessoal da seccional desativada, nos termos do projeto aprovado pela Diretoria de Gestão Corporativa da PGFN.

Boas novas

O prefeito Marcus Melo (PSDB) recebeu, em seu gabinete, no início desta semana, o diretor-geral da Mahinda no Brasil, Jak Torretta Júnior, que renovou as esperanças em torno da instalação, na cidade, de uma fábrica de tratores do grupo. Na conversa, Torretta admitiu que tudo está encaminhado e que depende somente do sinal verde do comando principal da empresa, na Índia, a opção por Mogi das Cruzes. Melo está otimista.

Ducha

A se transformar em lei o projeto de autoria do vereador Protássio Ribeiro Nogueira (PSD), será obrigatória a instalação de duchas higiênicas nos banheiros destinados a pessoas portadoras de necessidades especiais em Mogi. A colocação da ducha deverá ocorrer, do lado direito da bacia, a uma altura de 1m10 do piso. A lei, se aprovada, entrará em vigor a partir de sua publicação, quando, então, passarão a ser contados os 180 dias de prazo para as duchas serem instaladas.

Silentes

Na troca de informações sobre estratégias a serem adotadas para impedir a instalação de um pedágio na altura do Km 47 da ligação Mogi-Dutra, integrantes de entidades da sociedade civil têm discutido a pouca participação de políticos locais e regionais na campanha. Depois de entrar de cabeça, no início da contestação, a grande maioria deles simplesmente recolheu os flaps e nem sequer comenta sobre o assunto. Como se o traque lançado por eles, lá atrás, tivesse o efeito de um míssil do tipo exocet, capaz de assustar o governo. O que assusta realmente – mas a população – é o silêncio daqueles que passaram, em pouquíssimo tempo, de perigosos leões a afáveis cordeirinhos. Sabe-se lá por quê.

Frase

Aniversário é uma festa… pra te lembrar do que resta.

Millôr Fernandes (1923-2012), desenhista, humorista, dramaturgo, escritor, poeta, tradutor e jornalista brasileiro


Deixe seu comentário