INFORMAÇÃO

Filho de mogiano toma posse à frente do TJSP

Geraldo Pinheiro Franco tomou posse na abertura do ano do Judiciário em SP

O desembargador Geraldo Pinheiro Franco, filho do também desembargador e mogiano Nelson Pinheiro Franco, tomou posse, ontem pela manhã, no cargo de presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, o mesmo cargo que seu pai já havia ocupado, entre 1985 e 1987, numa solenidade que contou com as presenças do governador João Doria (PSDB) e dos ministros do Supremo Tribunal Federal, presidente Dias Toffoli e Alexandre de Moraes. A posse coincidiu com o início do ano do Judiciário paulista. Considerado um desembargador “linha dura”, destacando-se como corregedor-geral de Justiça, o novo presidente integra uma família de tradição na cidade, com muitos de seus membros ligados também à área do Direito. Geraldo, sobrinho de Guiomar Pinheiro Franco, a fundadora na cidade da Rede Feminina de Combate ao Câncer, é irmão do desembargador aposentado, Antonio Celso Pinheiro Franco, sobrinho do desembargador Djalma Pinheiro Franco e do advogado mogiano José Pinheiro Franco. Paulistano de nascimento, formou-se pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco, na turma de 1979. Rígido em suas sentenças, o desembargador se mostrou bom de voto, ao bater nas urnas, em primeiro turno, o então vice-presidente do TJ, Artur Marques, por 218 votos contra 131. Ontem, no início do ano do Judiciário, ele disse que “a expectativa para 2020 é a melhor possível”. “Em nenhum lugar se julga tanto, com tanta qualidade e também com tanta rapidez como em São Paulo”, completou.

Dinastia Bibo

Eduardo Fernandes é um dos cotados para ser candidato a vereador nas próximas eleições. Vai para a urna eletrônica com o nome de Dudu Bibo, que une o seu apelido e o que tornou conhecido o ex-vereador e médico Rubens Benedito Fernandes. Caso resolva seguir à risca os passos do pai, o virtual candidato deverá estar filiado ao PL.

Pé fora…

Quem viu as imagens de um encontro de integrantes do PC do B, realizado no último final de semana, em Mogi, deve ter notado a ausência nas fotografias de seu principal integrante na cidade, o vereador Jean Lopes. Isso pode ter uma explicação: Jean estaria muito próximo de mudar de partido. A princípio falou-se no PSDB, mas a bola da vez pode ser mesmo o PL de Valdemar Costa Neto.

Longa espera

Numa rápida conversa com a coluna, antes da sessão de início do ano legislativo, o vereador Otto Rezende (PL) falava de eleições. E quando indagado sobre seu futuro político, saiu-se com esta: “Não posso dizer que sou candidato a vereador porque ainda estou aguardando o convite para ser vice”. Só não disse de qual prefeiturável.

Forma da lei

Dirigentes partidários, candidatos e eleitores não podem perder a entrevista que o advogado Luiz David Costa Faria, especialista em legislação eleitoral, concedeu ao Podcast Informação¸ que já pode ser acessado por meio do site deste jornal. Propaganda, prestação de contas de campanha, uso da internet, prazo para regularizar títulos, biometria e fake news foram alguns dos temas que irão ao ar nas edições de hoje e amanhã.

Frase

Eu achava que a política era a segunda profissão mais antiga. Hoje vejo que ela se parece muito com a primeira.

Ronald Reagan (1911-2004), ator e político norte-americano, o 40º presidente dos Estados Unidos e o 33º governador da Califórnia


Deixe seu comentário