RELATÓRIO

Fiscais encontram irregularidades no 1° DP de Mogi

Irregularidades foram identificadas no 1º Distrito Policial de Mogi das Cruzes, localizado na praça Doutor Fábio Bond Amara.

Fiscais do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) encontraram irregularidades no 1º Distrito Policial de Mogi das Cruzes. Entre elas, a falta de Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), ausência de acessibilidade e cela “sem condições de abrigar alguém, mesmo que por pequeno período”, segundo o relatório.

Ainda na cidade, os fiscais destacaram que o prédio não tem sala de almoxarifado para armazenar corretamente o material de trabalho. Além disso, das seis viaturas da unidade, apenas quatro estavam em condições de uso, mas todas apresentavam ao menos um problema. Não existe também histórico de manutenção desses veículos.

Na região, os fiscais estiveram também no DP de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Salesópolis e Suzano. Nenhum desses prédios tem acessibilidade e nem AVCB. Porém, as situações mais preocupantes foram registradas em Salesópolis e Suzano, onde as armas apresentam problemas que comprometem a segurança dos agentes. Os outros problemas são na estrutura dos prédios, como infiltração e banheiros sem limpeza.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública informou que a Polícia Civil iniciou um programa para reformas e modernização das delegacias paulistas. Técnicos do Departamento de Administração e Planejamento da pasta estão atualizando os projetos já existentes e realizando vistorias técnicas nos distritos policiais para apontar as melhorias necessárias. A Polícia Civil recebeu o relatório no começo do mês e avalia o conteúdo para eventuais providências.