FALTA DE CONSCIÊNCIA

Fiscalização da prefeitura flagra diversos comércios abertos, mesmo após decreto de calamidade pública

A Prefeitura de Mogi das Cruzes reforçou medidas contra o novo coronavírus. (Foto: arquivo)

Os fiscais da Prefeitura de Mogi e agentes da Guarda Municipal e da Polícia Militar flagraram na madrugada deste sábado (21) diversos bares, além de outros estabelecimentos que estão proibidos de operar, funcionando normalmente. Eles foram proibidos desde que o prefeito Marcus Melo (PSDB) decretou estado de calamidade pública na cidade, na tarde desta sexta-feira (20).

O documento adotou medidas mais rígidas no enfrentamento ao novo coronavírus. No entanto, os esforços para prevenir que o vírus se alastre são vãos se não houver a consciência da população. Bares e academias ainda abriram as portas na manhã deste sábado, desrespeitando a determinação, e também a saúde pública.

O decreto 19.163 estabelece:

  • A realização de eventos com mais de 50 pessoas, bem como confraternizações, cultos religiosos, festas e missas;
  • Os produtores ou fornecedores de bens ou serviços essenciais à saúde de elevarem os preços excessivamente, e que sejam estabelecidos limites de fornecimento para as compras, de modo a não zerar os estoques;
  • Que os comércios fixem horários ou setores exclusivos para atender a idosos ou pessoas no grupo de risco para Covid-19;
  • A fiscalização pelos setores de segurança e autoridades sanitárias a possíveis desrespeito às determinações;
  • A convocação dos profissionais de saúde a cumprirem as escaladas determinadas  pelos órgãos de saúde;
  • Nas relações comerciais, deve ser respeitado a distância mínima de dois metros lineares por pessoa;
  • Fechamento de adegas de varejo, bares, food trucks, carrinhos de alimentação, casas de show, casas noturnas e afins, clubes sociais, esportivos, parques, feiras noturnas, shoppings centers, lojas de departamento e academias;
  • Funcionamento facultativo dos boxes do Mercado Municipal a partir de segunda-feira (23), com fechamento aos domingos.
  • Estabelecimentos comerciais e industriais adotem escalas de revezamento de turnos e alterações de jornadas, para reduzir fluxos, contatos e aglomerações de trabalhadores, bem como implementem medidas de prevenção ao coronavírus, além de oferecer material de higiene;
  • Fechamento dos parques Centenário, Leon Feffer e da Cidade;

Todas as informações estão disponíveis no site da Prefeitura de Mogi.

 

 


Deixe seu comentário