CARTAS

Fumo em parques

Muito oportuna a legislação municipal que proíbe fumar em áreas de parques municipais de Mogi das Cruzes. É mais uma etapa dessa verdadeira cruzada contra os males que o cigarros e seus correlatos causam às pessoas que insistem em se envenenar com a nicotinha e centenas de outros produtos viciantes que neles são inseridos.

Em boa hora, a nossa Câmara toma uma medida como essa que tem um escopo saneador. Afinal, quem vai a um parque público, busca além de contato com a natureza e com o lazer, a oportunidade de uma caminhada para garantir mais saúde e bem-estar. Não é justo que essa pessoa acabe por se tornar um fumante passivo, em virtude da presença de adeptos do cigarro que fumam indiscriminadamente, sem se preocupar com as pessoas, especialmente crianças e idosas, que estão a seu lado inalando a fumaça criminosa.

Pouco a pouco, essa cruzada vai vencendo barreiras e quebrando certos conceitos, graças a Deus hoje arcaicos, que davam ao fumante um status que somente ganhou força por conta do poder de propaganda da indústria tabagista. Pouco a pouco, se vê reduzido o número de fumantes, embora seja inegável o poder dessa indústria em tentar fazer novos adeptos, apesar dos alertas que o Ministério da Saúde, em boa hora, colocou nas embalagens dos cigarros.

Que novos atos como esse venham para acabar com terrível vício. E parabéns à Câmara por ter tomado essa decisão.

Maria Helena Fonseca Asakura

mhfasa@gmail.com

Deixe seu comentário