CARTAS

Fumo proibido

A Amaparque tomou ciência da reportagem do Diário do dia 16/10 sobre a proibição do uso de cigarros e outros fumígenos em parques. Neste ano de 2019, os representantes da Amaparque levaram ao gabinete de vários vereadores da cidade o pedido para um projeto de lei proibindo não só o uso de cigarros e derivados, mas também de qualquer substância alcoólica nas praças e parques públicos, porque Mogi não tem esta lei. Nos documentos, listamos as diversas cidades do Brasil que já possuem e até enviamos o número e dizeres das leis municipais destas cidades. Mas não recebemos retorno de nenhum vereador. Agora lemos sobre a lei proibindo o uso de cigarro. Por que não incluem o uso de substâncias alcoólicas?
Nós, moradores dos bairros do Alto do Ipiranga, Chácara Jafet e Parque Santana, temos o Projeto Vizinhança Solidária, com o apoio da Polícia Militar. Muitas vezes acionamos a PM por balbúrdias que aconteciam na Praça do Oito, onde havia consumo de álcool. A PM não podia atuar porque não há lei que proiba o uso de álcool em lugares públicos.

A pergunta é se o prefeito pode incluir na lei que proíbe cigarros e derivados, também o uso de substâncias alcoólicas nas praças e parques. Isto ajudaria a melhorar a utilização dos espaços públicos que, sendo de uso coletivo, não podem se tornar para alguns um lugar de baderna e consumo de substâncias que os levam a comportamentos inadequados. Sugerimos também que as praças e parques tenham uma placa com as regras de uso do local. Isto alertaria os usuários sobre regras de comportamento e faria que os próprios frequentadores pudessem cobrar quem não respeitasse as normas.

Associação de Moradores e Amigos do Parque – Amaparque, Mogi

Deixe seu comentário