HIPISMO

Geraldinho tentará vaga para o Brasileiro

Geraldinho disputou o “D Maio”, com a égua Unforgetable, na categoria Jovem Cavaleiro. (Foto: Divulgação)
Geraldinho disputou o “D Maio”, com a égua Unforgetable, na categoria Jovem Cavaleiro. (Foto: Divulgação)

O ginete mogiano Geraldo Melo, o Geraldinho, vai tentar uma vaga na equipe paulista no Campeonato Brasileiro de Jovens Cavaleiros, programado para o segundo semestre no Rio de Janeiro (RJ). A seleção para definir o time será nas disputas do Paulistão 2019, entre os dias 28 e 30 deste mês, na Hípica Santo Amaro, na Capital Paulista. A expectativa do cavaleiro é grande para a prova, já que ocupa o 4º lugar no ranking da Federação Paulista de Hipismo (FPH) e o 5º lugar na classificação geral de sua categoria na Confederação Brasileira de Hipismo (CBH).

Geraldinho está no período de treinamento para a competição em São Paulo depois de obter o quinto lugar no Campeonato Nacional de Salto “D Maio” realizado, entre os dias 29 de maio e 2 de junho, também na Hípica Santo Amaro.

Ele competiu na categoria Jovem Cavaleiro Top e encarou os obstáculos de 1,3 metro, formando conjunto com Dourado DW. Na contagem geral, Geraldinho obteve o quinto lugar depois de participar de duas das três provas programadas.

No primeiro dia, entre cerca de 100 cavaleiros, ele foi o 95º a encarar o percurso com o cavalo Dourado WV e terminou a prova no 7º lugar, após cometer duas faltas, e saltar no período noturno.

Geraldinho considerou o resultado ótimo, pois esperava ter maiores dificuldades. “Havia chovido muito, a pista estava escorregadia e eu não sabia qual seria a reação do cavalo ao ter que saltar à noite. A iluminação provocava muita sombra o que poderia desviar a atenção do animal”, descreveu o mogiano.

No segundo dia do evento, com mais de 200 inscritos, a prova foi marcada por muita chuva e erros da comissão organizadora e juízes, já que a maioria dos obstáculos estava com a altura de 1,4 metro. “O proposto no regulamento era 1,3 metro. Havia algo errado na prova, pois mais de 90 conjuntos já haviam feito o percurso e apenas oito tinham ‘zerado’. Além disso, muitos concorrentes eram eliminados por quedas e refugos ou desistiam no meio do percurso, o que não é normal em provas desse nível”, explicou Geraldinho. “Mais de 100 decidiram abandonar a prova”, completou.

E no último dia da prova, Geraldinho e Dourado fizeram um percurso perfeito com obstáculos de 1,0 metro, sem faltas. Eles terminaram a prova no terceiro lugar. O mogiano também participou do “D Maio” da série 1,2 metro com a égua Unforgetable 3K, na categoria Jovem Cavaleiro. No primeiro dia ele foi o campeão da prova; depois obteve a 17ª e a 9ª colocação respectivamente, nos dois últimos dias, fechando a sua participação em 7º lugar na contagem geral dos pontos.


Deixe seu comentário