INFORMAÇÃO

Gondim Teixeira é alvo de polêmica com nomeação

NO RITMO Integrantes de grupo mogiano de congada cantam e dançam para homenagear coroação do Rei Congo, no último sábado, na área central. (Foto: Eisner Soares)
NO RITMO Integrantes de grupo mogiano de congada cantam e dançam
para homenagear coroação do Rei Congo, no último sábado, na área central. (Foto: Eisner Soares)

Após a publicação no DO, descobriu-se que a nomeação era de motorista

O ex-deputado Luiz Carlos Gondim Teixeira (PTB) foi o centro de uma polêmica que se estendeu durante boa parte do dia de ontem. Tudo começou com a edição do Diário Oficial do Estado, que trouxe a decisão do presidente da Assembleia Legislativa paulista, deputado Cauê Macris (PSDB), nomeando Gondim para exercer, em comissão, o cargo de assistente parlamentar do quadro da Secretaria, com vencimento mensal de R$ 2.609,22. Segundo apurou a coluna, a indicação seria para o político atuar junto à liderança do PTB na Assembleia, conforme um acordo pré-estabelecido com o comando do partido. O político iria colaborar no processo de reestruturação da legenda petebista em cidades do interior do Estado de São Paulo, orientando na formação de novos diretórios e lideranças. Gondim deveria atuar, principalmente, junto às cidades onde ele já mantinha certa ascendência junto ao eleitorado, devendo estender seu trabalho, à medida que a legenda estiver consolidada nessas localidades. No meio da tarde, no entanto, descobriu-se um engano. O cargo designado para o deputado seria, na verdade, de um motorista, que deverá acompanhá-lo nas viagens pelo interior do Estado. A nomeação de Gondim, com salário certamente maior, ainda será publicada pelo veículo oficial. Visando desfazer tais equívocos, o ex-deputado seguiu ontem para a Assembleia, onde pretendia esclarecer de vez e corrigir os enganos nas próximas edições do Diário Oficial do Estado, algo que deverá acontecer nas próximas horas.

Nem tanto

Tão rígido e austero quando se trata de proibir a entrada de jornalistas, em busca de notícias, em suas dependências, o Hospital Luzia de Pinho Melo é frágil quando tem de cuidar da segurança de seus próprios equipamentos. Tanto assim que cinco monitores multiparâmetros – que servem para monitorar os pacientes cardíacos lá internados – sumiram misteriosamente do interior do hospital, conforme mostrou inventário de rotina. No final do ano passado desapareceram oito cadeiras de rodas e uma maca do Samu.

TEM em Sampa

“Tem amor sob o luar” será o espetáculo que integrantes do Teatro Experimental Mogiano (TEM) irão apresentar, às 9 horas do próximo sábado, no auditório da Faculdade Paulus de Comunicação, em São Paulo. “Será um pouco do passado para a liderança jovem valorizar nossa história”, diz Milton Feliciano, do TEM. O evento fará parte do 2º Encontro da Liderança Jovem (Fapcom) da Paulus.

Planos frustrados

Decididamente, não está sendo fácil para o delegado seccional Jair Barbosa Ortiz colocar em prática os planos anunciados para sua administração. A prometida reforma da Delegacia de Poá não saiu do papel, assim como a anunciada remoção do presídio feminino de Poá para Mogi. Também continua só no projeto a Delegacia de Defesa da Mulher de Itaquá, que seria inaugurada em 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Da mesma forma, ainda não foi ocupada a Delegacia de Itaquá, mesmo tendo sido totalmente reformada pelo Estado. Em Mogi, a Central de Flagrantes saiu do papel, mas ainda funciona de maneira um tanto improvisada, junto ao 1º DP da Cidade.

Bingo da banda

Será hoje, às 15 horas, no salão paroquial da Catedral de Santana, o bingo em favor da Lira São José Operário, do bairro do Mogilar. O dinheiro arrecadado com os sorteios de bons prêmios será aplicado na compra de material, instrumentos e uniformes para os músicos da única banda não oficial existente, hoje, em Mogi das Cruzes. O presidente da Lira, Josemir Campos, pede a colaboração do público por meio da doação de prendas.

FRASE

Terceira Idade é aquela em que a gente bota óculos para ouvir rádio.

José Simão, humorista e colunista do jornal Folha de S. Paulo