ESCOLA RAUL BRASIL

Governo promete estudo para reforçar a segurança nas escolas

Policiais em frente a escola Professor Raul Brasil (Foto: Vitória Mikaeli)
Policiais em frente a escola Professor Raul Brasil (Foto: Vitória Mikaeli)

Entre as decisões anunciadas ontem pela Secretaria da Educação do Estado após o atentado à Escola Estadual Professor Raul Brasil, uma terá impacto em toda a rede pública. O governo promete a realização um estudo para reforçar a segurança nas escolas e um mapeamento das escolas mais vulneráveis.

A insegurança no meio escolar tem sido aferida pelos registros de boletins de ocorrência sobre conflitos entre integrantes da própria comunidade escolar. A revisão de procedimentos é prometida para todas as 5,3 mil unidades da rede pública.

As aulas em todas escolas públicas estaduais e municipais de Suzano serão retomadas na segunda-feira. Hoje, professores discutirão propostas pedagógicas para acolhimento no retorno dos alunos e da comunidade escolar.

De acordo com o Estado, especialistas do Instituto de Psicologia da USP, Unicamp e Prefeitura Municipal de Suzano irão dar um suporte pedagógico e psicológico para a estruturação das atividades na cidade.

A Escola Estadual Professor Raul Brasil será reaberta apenas para professores e funcionários na segunda-feira.

Indenizações

O governador João Doria criou um comitê formado por integrantes de setores, como a Procuradoria Geraldo do Estado, para acelerar o pagamento de indenizações aos familiares das vítimas do ataque à escola. A ideia é fazer os pagamentos dentro no prazo de 30 dias.