CULTURAL

Grupo Entremeio Literário volta nesta terça-feira, com atividade no Casarão do Carmo, em Mogi

NOVIDADE Além dos saraus e palestras rotineiros, agora em todas as terças-feiras será possível trocar livros com os integrantes do grupo, no Casarão do Carmo. (Foto: divulgação)

O Casarão do Carmo abre as portas hoje para receber o Entremeio Literário, que inicia a temporada 2020 de atividades às 19 horas, com um sarau cujo tema é a palavra “gratidão”, bem como “seu significado, força, literatura e poesia”. O primeiro encontro, assim como as demais ações semanais, é gratuito não só para artistas e escritores, mas para o público em geral.

A escolha da palavra “gratidão” não é gratuita. Na verdade, é resultado de muita observação dos envolvidos, que perceberam que o verbete está “em evidência”. “A gente questiona qual é o significado dentro da literatura e da poética, fazendo paralelo a outros movimentos com sentimento muito forte, como o romantismo, quando morrer por amor era natural e poético”, explica a agitadora cultural e uma das coordenadoras do Entremeio, Carla Pozo.

Para ela, o que está em voga agora “é a esperança de trazer o novo, o conhecimento”, algo muito relacionado “ao vocabulário atual”. Talvez tenha contribuído para essa escolha o livro ‘Nós Contamos – Fragmentos de Sentimentos’, produção possibilitada pela 6ª edição da Feira Literária Serra do Itapety (Flisi), realizada entre novembro e dezembro de 2019.

Trata-se de uma coletânea de poesias e contos, com 120 páginas e lançamento programado para o próximo mês de março. Um projeto que cada vez mais “cresce em número de participantes”. O gás para tanto é um movimento realizado justamente durante a Flisi, a troca de livros, que agora passa a fazer parte da agenda fixa do grupo, sempre às terças-feiras, no mesmo local e horário.

“A decisão de manter a troca em todas as terças-feiras é para incentivar a leitura durante todo o ano, por meio do simples hábito de trocar livros com pessoas queridas ou com desconhecidos”, comenta Carla, animada para as possibilidades da nova temporada.

Uma das grandes apostas do ano são as chamadas “parcerias de intercâmbio”. Trata-se da possibilidade de dividir às terças do Casarão do Carmo com interessados em todos os segmentos artísticos, como música, dança, teatro, artes plásticas e fotografia. Em outras palavras, quem tiver ideias para ações em parceria com o Entremeio pode apresentar-se e combinar atividades que promovam “integração da literatura com outras linguagens artísticas’.

Além disso e da programação rotineira, o Entremeio começa, neste ano, a preparar os eventos comemorativos para a festa que será realizada em 2022, quando a iniciativa completará 15 anos. “Faremos ações já pensando numa comemoração, quem sabe até mesmo um grande baile literário”, diz Carla.

Nos últimos tempos uma bandeira levantada pelo grupo tem sido a possibilidade de publicar um livro de maneira simples e econômica. Como entre participantes fixos e flutuantes o Entremeio conta com aproximadamente 40 pessoas de todas as idades, a coordenadora prevê “muitos trabalhos saindo da gaveta” neste 2020.

“A expectativa é ampliar a participação das pessoas que têm vontade de conhecer um sarau mas se sentem um pouco tímidas por achar que a literatura é um ambiente elitizado. Quando elas forem ao Casarão do Carmo, vão se surpreender pela liberdade que o Entremeio oferece de ideias e assuntos para conversar. É um grupo não de aprendizado acadêmico, mas de alma, de arte e de conceitos”, encerra Carla.

O Casarão do Carmo fica na Rua José Bonifácio, 516, no Centro Histórico. O telefone do local é o (11) 4725-3448, e outras informações sobre o Entremeio Literário estão disponíveis pelo Whatsapp 9.5779.7201, nas páginas do grupo nas redes sociais ou pelo e-mail
todososcantos@yahoo.com.br.


Deixe seu comentário