BASQUETE

Guerrinha quer time do Mogi mais intenso

Mogianos vão enfrentar o São José, no Vale do Paraíba, em busca da recuperação da derrota diante do Pinheiros. (Foto: Antonio Penedo/Mogi/Helbor)

As judocas mogianas Júlia Delfino (meio médio), do Judô Clube de Mogi das Cruzes, e Vitória da Costa (meio pesado), da Associação Namie de Judô, se classificaram o Campeonato Sul-Americano sub-15 de Guayaquil (Equador), entre os dias 16 e 18 de novembro. Elas garantiram as vagas com as medalhas de prata coqnuistadas no Campeonato Brasileiro da classe, realizado no Ginásio Galegão, em Blumenau (SC), no último final de semana. O evento, organizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ), recebeu 371 atletas, de 26 estados do Brasil.

Cabeça de chave número 6, em chave com 17 judocas, Vitória realizou cinco lutas na classe meio pesado (64 kg). Na decisão, ela perdeu de wazari da gaúcha Laura Pereira.

Para chegar na decisão, Laura venceu quatro combates por ippon. Na estreia, ela superou Yasmim Almeida (Roraima), Kayla Macedo (Piauí), Geovanna Wegert (Mato Grosso), e na semifinal derrotou Maria Paula Guilherme (Goiás).

Por outro lado, Júlia – também em chave com 24 judocas – perdeu a luta decisiva diante de Bianca Reis (Distrito Federal), por ippon. Nos quatro combates anteriores, foram três vitórias da mogiana por ippon e um por wazari.

Na condição de 18ª favorita, Julia estreou na categoria meio médio (53kg) contra Kaylane Meireles (Paraíba). Depois ela passou por Maria Sophia Costa (Rio Grande do Norte), por Manuela Souza (Mato Grosso do Sul), por wazari, e na semifinal superou a gaúcha Celina Maier.

Outros dois judocas mogianos no Brasileiro perderam logo na estreia. Em chave com 12 judocas, Eloisa Ferreira (superligeiro), da associação suzanense Kyoei, foi superada por Allana Silva (MT). Já no masculino e em chave com 21 atletas, Kauã Mello (médio), da associação Namie, perdeu de Max de Medeiros (RN) também nbo primeiro combate.

Na contagem geral de pontos, as meninas de Mogi, orientadas pelo técnico Paulino Namie, ajudaram a seleção de São Paulo a conquistar o título geral, com três ouros, e três pratas. Em segundo, ficou o Rio Grande do Sul; em terceiro, o Rio de Janeiro; em quarto, o Distrito Federal; e Pernambuco fechou o pódio, em quinto lugar.

No geral masculino, os judocas do Distrito Federal tiveram o melhor desempenho, conquistando dois ouros, duas pratas e um bronze. São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Rio Grande do Norte completaram o pódio, respectivamente, até o quinto lugar.