IMPRESSÕES

Honda HR-V ganha fôlego extra com motor 1.5 litro turbo de 173 cv

A versão Touring da Honda HR-V agora vem com motor turbo de 173 cv, o mesmo que equipa o Civic (Divulgação)

A linha 2020 do Honda HR-V traz como principal novidade a volta da versão Touring. O novo topo de linha do HR-V incorpora equipamentos inéditos para o modelo, como o teto solar panorâmico, partida por botão, Smart Entry e dispositivo de segurança LaneWatch. Sob o capô da nova versão está o vigoroso motor 1.5 turbo de 173 cavalos a gasolina, o mesmo adotado na configuração Touring do sedã Civic. O aumento de quase 25% na potência em relação ao 1.8 litro 16V FlexOne de 140 cavalos que equipa as demais versões do HR-V foi acompanhado de perto pela etiqueta de preço. Oferecido por R$ 139.900, um valor 25% acima dos R$ 111.900 da antiga versão top EXL, o HR-V Touring supera a faixa de preços dos SUVs compactos e passa a disputar com os médios, como o Compass e o Peugeot 3008 Allure.
Na versão Touring, o design do SUV da Honda, renovado na linha 2019, incorporou alguns refinamentos. A dianteira adota faróis principais e de neblina full LED, bem como uma nova grade frontal, com acabamento em black piano. O teto solar panorâmico da Touring é o primeiro do tipo oferecido em um modelo da marca no Brasil. E a nova antena em formato barbatana também é exclusiva da versão. Na traseira, o logotipo “Turbo” e o sistema de escapamento em inox com duas saídas completam os diferenciais de estilo. Já as rodas de liga leve aro 17 polegadas são as mesmas em todas as variantes do modelo.

Na traseira a saída dupla de escape denuncia o jeitão mais esportivo da versão Touring do HR-V (Luiza Kreitlon/AutoMotrix)

O interior do HR-V Touring passa a ter, de acordo com a cor externa, a opção de acabamento na cor cinza claro ou preto para bancos (revestidos em couro), laterais de porta, console central e painel. A tecnologia Smart Entry permite a abertura do modelo sem o uso da chave, por aproximação, e o acionamento do motor é por botão de partida. Equipado com sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, o modelo oferece câmera de ré e o sistema LaneWatch, que amplia o ângulo de visão do motorista ao projetar uma imagem ampliada no sistema multimídia, quando se aciona a seta ou se pressiona um botão na alavanca. A central multimídia de sete polegadas sensível ao toque, com conectividade Apple CarPlay e Android Auto, tem navegador GPS integrado ao sistema. Sensores de chuva e retrovisor fotocrômico automático são de série.
O motor 1.5 turbo de quatro cilindros que equipa a configuração Touring gera 173 cavalos a 5.500 rpm, com o torque de 22,4 kgfm de 1.700 rpm a 5.500 rpm. É acoplado à transmissão continuamente variável (CVT) com sete marchas simuladas, com função kick down, que reduz rapidamente a relação de marcha para permitir uma retomada mais eficiente quando o pedal do acelerador é pressionado até o fim do curso.
Logo que o SUV começa a acelerar, a exuberância e a elasticidade do “powertrain” impressionam. As retomadas são empolgantes e a entrega de força é praticamente plana em todos os regimes de rotação, o que evita aquele indefectível “coice” quando o turbo entra em ação. No modo Sport, a rotação fica 1000 rotações acima nas trocas de marchas e deixa o motor mais cheio, melhorando as respostas.

A versão Touring do Honda HR-V passa a ser a topo de linha e custa exagerados R$ 140 mil (Luiza Kreitlon/AutoMotrix)

O ruído dentro da cabine é consideravelmente menor do que nas versões com motor aspirado. O turbo emite um som encorpado, evidenciado pela dupla saída de escape. Esse escape duplicado tornou necessário elevar o piso do porta-malas, fazendo com que a capacidade volumétrica da versão Touring fosse reduzida para 393 litros, 10% menor em relação aos 437 litros das configurações com motor aspirado.
Também chama a atenção no HR-V Touring a suspensão firme. Molas e amortecedores têm mais carga e a barra estabilizadora tem corpo com maior diâmetro, o que possibilita menor rolagem da carroceria nos desvios bruscos de direção, mas sem comprometer o conforto. Nos trechos sinuosos, o Agile Handling Assist (AHA) mostra serviço, aplicando força de frenagem na roda dianteira interna da curva ao perceber uma tendência de saída de frente, para facilitar o contorno.

Interior da Touring, em duas tonalidades, a diferencia das outras versões do Honda HR-V (Luiza Kreitlon/AutoMotrix)

Todas as versões do HR-V trazem de série ar-condicionado, freio de estacionamento com acionamento eletrônico e controle de cruzeiro, assim como vidros elétricos com um toque para subida/descida e destravamento do porta-malas por controle remoto. A Touring traz ainda ar-condicionado digital, airbags laterais e aletas para trocas de marcha no volante, que tem revestimento em couro. Também são de série na versão os bancos revestidos em couro, airbags laterais do tipo cortina, acendimento automático dos faróis, central multimídia de com navegador integrado e retrovisores externos com rebatimento elétrico.
O HR-V Touring é um SUV instigante para quem aprecia um comportamento dinâmico mais esportivo. Cabe ao consumidor consultar o próprio bolso para descobrir se o maior prazer ao dirigir oferecido pela versão Touring, com preço de R$ 139.900, vale os R$ 45.500 a mais sobre o valor da básica LX, que sai por R$ 94.400. (Luiz Humberto Pereira/AutoMotrix)

Ficha Técnica
Honda HR-V Touring 2020

Motor: dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha, 16 válvulas, 1.498 cm3, injeção direta, comando duplo variável, gasolina.
Potência máxima: 173 cavalos a 5.500 rpm.
Torque máximo: 22,4 kgfm de 1.700 a 5.000 rpm.
Taxa de compressão: 10,6 : 1
Transmissão: câmbio automático CVT com simulação de 7 marchas, tração dianteira.
Direção: elétrica.
Suspensão: independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira.
Rodas e pneus: liga-leve aro 17’’ com pneus 215/55 R17
Freios: discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS.
Dimensões: 4,33 metros de comprimento, 1,77 metros de largura, 1,65 metro de altura, 2,61 metros de entre-eixos.
Peso: 1.380 kg em ordem de marcha.
Porta-malas: 393 litros
Tanque: 51 litros
Preço: R$ 139.900.