MEIO AMBIENTE

Ilha Marabá recebe orquídeas nativas

DE VOLTA Técnicos da Secretaria do Verde e Meio Ambiente reintroduzem orquídeas nativas no Núcleo da Ilha Marabá. (Foto: divulgação - PMMC)
DE VOLTA Técnicos da Secretaria do Verde e Meio Ambiente reintroduzem orquídeas nativas no Núcleo da Ilha Marabá. (Foto: divulgação – PMMC)

Orquídeas nativas foram reintroduzidas ontem no Núcleo Ambiental Ilha Marabá, no Mogilar. Técnicos da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente realizaram o trabalho, após as espécies terem sido recuperadas depois do furto ocorrido no Parque Leon Feffer. A iniciativa integra um projeto desenvolvido pela pasta, que já fez ações de reintrodução semelhantes em 2017 e 2018, no Parque Municipal.

Segundo o diretor André Miragaia, no dia 16 de junho, técnicos flagraram duas pessoas removendo orquídeas nativas em uma área preservada do Parque Leon Feffer. O grupo foi abordado, mas fugiu e deixou para trás uma das sacolas com o material coletado – 50 orquídeas retiradas da natureza.

“Estamos fazendo essa reintrodução das orquídeas como parte do programa Município VerdeAzul. Algumas orquídeas são muito raras, principalmente devido à perda de habitat”, explica Miragaia.

Segundo ele, devido às características da Ilha Marabá, com vegetação nativa e condições apropriadas, o espaço foi escolhido como a nova casa das orquídeas. “Elas foram reintroduzidas nas árvores, em condições similares às que estavam quando foram retiradas”, explicou o diretor.

Abertura aos sábados

A partir deste sábado, o Núcleo de Educação Ambiental Ilha Marabá abrirá as portas também neste dia da semana, das 9 às 14 horas para visitação do público, sem necessidade de agendamento prévio.

A abertura aos sábados será possível graças a uma parceria firmada entre a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente e o Departamento de Biologia da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).

“Teremos vários estagiários do curso de Biologia da UMC que estão sendo treinados para receber e acompanhar os visitantes nas visitas monitoradas pelas trilhas”, comenta André Miragaia.

No local, os visitantes terão uma breve apresentação sobre a formação e histórico da Ilha Marabá, além de apresentações com o simulador de erosão e as trilhas, que poderão ser acompanhadas pelos monitores.