LEVANTAMENTO

Pesquisa aponta redução de crimes em Mogi das Cruzes

DADOS Número de crimes nos primeiros cinco meses de 2019 em Mogi é menor do que em 2018 (Foto: arquivo)

Mogi apresentou queda nos índices de criminalidade em maio no comparativo com abril. Houve redução ainda no volume de ocorrências em relação ao mesmo período de 2018. A soma dos primeiros cinco meses de 2019 também revela cenário um pouco melhor do que em 2018. Mesmo assim, no mês passado, a cidade teve registros de homicídios e roubos de cargas, casos que não tinham ocorrido em abril.

Os dados foram divulgados anteontem pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, que realiza pesquisa mensal sobre as ocorrências em todas as delegacias do município.

O levantamento revela que no mês passado ocorreu um homicídio em Mogi. Em abril não houve casos. Porém, os dados revelam que a situação é melhor se comparada a maio de 2018, quando o município registrou dois assassinatos. Nos cinco primeiros meses de 2019 foram nove vítimas de homicídio doloso, mesmo número observado em igual período de 2018.

No mês passado houve aumento nas tentativas de homicídio, com sete ocorrências contra quatro de abril. Em maio do ano passado, a cidade teve dois casos. De janeiro a maio de 2019, Mogi somou 18 registros, quatro a mais na comparação com mesmo período de 2018.

Apesar de ter caído o número de homicídios culposos no trânsito – de 2 em abril para 1 em maio, a pesquisa revela que houve elevação do número de pessoas que se acidentaram – 32 em abril para 46 no quinto mês deste ano. Em maio de 2018 foram duas mortes e 36 vítimas lesionadas. A soma dos primeiros cinco meses de 2018 apontam para 19 homicídios no trânsito com 231 vítimas em acidentes, sendo que em 2019 foram 14 mortes e 205 feridos nesse tipo de ocorrência.

Mogi, que não tinha ocorrência de roubo de carga nos primeiros meses deste ano, registrou um caso no mês passado. Em maio de 208 teve uma ocorrência. Porém, os resultados de 2019 são melhores se comparado o período de janeiro a maio de 2018, quando a cidade contabilizou 11 registros deste tipo de crime.

O furto em geral foi outro que teve aumento, passando de 324 casos em abril para 327 no mês passado. Em maio de 2018 houve 247. Nos primeiros cinco meses de 2019 foram 1.438 ocorrências contra 1.285 no período comparado do ano passado. Já o número de roubos se manteve em 98 casos nos dois meses. Em maio de 2018 houve 86 registros. Neste ano, Mogi teve 432 ocorrências, contra 459 de 2018.

A Segurança Pública aponta pequena queda em ocorrências como estupro, com 11 registros em maio contra 12 de abril. Esses números mais que dobraram na comparação com maio de 2018, mês que ocorreram cinco casos. Chama atenção a elevação desse tipo de crime neste ano. De janeiro a maio de 2019, Mogi atendeu 55 casos, contra 45 no mesmo período do ano passado.

A pesquisa demonstra menor número de crimes envolvendo veículos em maio, com 19 roubos de carro e 64 furtos, contra 31 roubos e 75 furtos no mês de abril. Neste ano já ocorreram 122 roubos e 285 furtos. As ocorrências em 2018 foram 91 e 241, respectivamente.