SOCIAL

Instituição mogiana vai auxiliar famílias carentes durante a pandemia de Covid-19

Este ano, a Associação das Instituições do Terceiro Setor do Alto Tietê (Assintes) intensificou as ações que promove, visando contribuir com as famílias mais vulneráveis de Mogi das Cruzes. A entidade deu início à campanha Doa Agora Mogi, que aceitará doações ao longo deste mês para serem destinadas às famílias assistidas por 16 organizações da cidade. O objetivo é arrecadar alimentos, máscaras e produtos de limpeza e higiene.

“A Assintes costuma fazer o Dia de Doar no final do ano, mas devido à pandemia decidiu por essa edição extra. As organizações interessadas em participar se inscreveram e, agora, nós temos essa finalidade de arrecadarmos o que for possível para essas pessoas que precisam. É importante aumentar essa nossa rede de contribuição, porque isso divulga o trabalho e estimula mais pessoas a ajudarem”, frisa Marina Dias Nogueira, segunda secretária da Associação.

Com a instabilidade financeira gerada pela pandemia, algumas instituições têm perdido doações que costumavam receber mensalmente e o isolamento social proíbe ainda a realização de eventos, maneira como muitas delas completam a verba para a manutenção das atividades. A outra parte do valor utilizado para o pagamento das contas é proveniente de subvenção da Prefeitura.

“Todas elas trabalham com recursos públicos e esse repasse está sendo feito normalmente. Por ser uma área essencial, a Assistência Social ainda recebe essa verba, o que dá para continuar pagando os funcionários que estão em suas casas. Por isso, o foco da campanha é contribuir com as famílias, que são as mais vulneráveis nisso tudo. Claro que se alguém quiser contribuir financeiramente para as entidades terem esse dinheiro em caixa também será bem-vindo”, afirma Marina.

Acostumadas a fazerem eventos como almoços, jantares, bingos e quermesse as instituições estão buscando usar a internet com criatividade para conseguir arrecadações. Este, inclusive, a segunda secretária acredita que deverá ser um legado pós-pandemia, com uma divulgação maior desses trabalhos nas plataformas virtuais.

Por não saber ao certo por quanto deverá se estender o isolamento, Marina ressalta que a campanha também poderá ser ampliada. Ao final, a ideia é fazer um balanço de tudo o que foi arrecadado e dar continuidade a essa rede de contribuição mesmo quando a quarentena chegar ao fim.

Para ajudar, é possível entrar em contato diretamente com cada uma das instituições (confira o nome de todas nesta página) por internet ou telefone. Ou enviar um e-mail para doamogi2019@gmail.com


Deixe seu comentário