CASO

Investigada morte suspeita de detento

A Polícia Civil vai investigar a causa da morte do detento Douglas Gomes Bona, de 24 anos, no Hospital Luzia de Pinho Melo. Ele foi internado no final da noite do dia 24, vindo a falecer pouco depois. A ocorrência de morte suspeita será apurada pelo delegado Alexandre Batalha, titular do 3º Distrito Policial, em César de Souza, o qual ontem ainda aguardava o laudo da necrópsia do Posto do Instituto Médico Legal.

Douglas estava preso por tráfico desde janeiro de 2019 no Centro de Detenção Provisória à disposição da Justiça. Ao passar mal na sua cela, segundo informações, ele foi socorrido por agentes penitenciários.

Queda

Já no bairro do Socorro, após sofrer uma queda de cinco metros do andaime de uma obra que trabalhava num comércio na manhã de 18 de julho na avenida Vereador Narciso Yague Guimarães, Denerval Santos da Silva, de 47 anos, casado, morreu na madrugada desta segunda-feira, no hospital Luzia de Pinho Melo, no Mogilar, onde estava internado.

A declaração do óbito foi formalizada ontem no Distrito Central para o delegado Guilherme Cyrino. Segundo a Polícia apurou, ao cair do andaime, Denerval Santos sofreu traumatismo craniano e fratura exposta em uma das pernas. Ele chegou a ser submetido a procedimento cirúrgico, permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva, mas não conseguiu se recuperar.

A Polícia Civil abriu inquérito para esclarecer a circunstância em que aconteceu o acidente. Na ocasião da tragédia, ele estava com o ajudante José dos Santos, de 61 anos


Deixe seu comentário