INFORMAÇÃO

Junji busca regularizar os concursos públicos

O deputado federal mogiano, Junji Abe (MDB), apresentou projeto de lei que determina a proibição de abertura de novo concurso público durante o prazo de validade de outro para o mesmo cargo ou emprego público, no âmbito da administração pública federal. Para que um concurso seja aberto será necessário que todos os candidatos aprovados na seleção anterior já tenham sido nomeados. Segundo o parlamentar, as sucessivas realizações de concursos, em detrimento de outros já concluídos, ainda em vigência, com candidatos aprovados e não convocados para o preenchimento das vagas “frustra as legítimas expectativas de cidadãos que se debruçaram na busca de conhecimentos e no desenvolvimento de habilidades, assim como investiram tempo e dinheiro para viabilizar seu ingresso na carreira pública”. Pior ainda, na opinião de Junji, é descobrir que as provas efetuadas no processo anterior serviram exclusivamente para formação de cadastro profissional de reserva. “Isso não é conto de Carochinha; infelizmente existe e provoca a justa indignação de milhares de candidatos aprovados, mas tolhidos no direito de exercer os cargos para os quais foram aprovados”. Por força da autonomia de dispositivo constitucional, a proposta de Junji, se aprovada, será aplicada somente na administração pública federal, não podendo ser imposta a estados e municípios, não impedindo que tal iniciativa possa ser tomada por assembléias e câmaras municipais. Junji lembra que, como deputado estadual, recebeu inúmeras reclamações de candidatos e que, ao comandar a Prefeitura de Mogi, entre 2001 e 2008, impôs como prática rotineira o respeito aos aprovados em concurso. “Não há razão que justifique outro certame para contratar profissionais havendo um processo dentro do prazo de validade”, diz o deputado, que conclui: “Os novos concursos não geram benefícios, a não ser para donos de cursinhos preparatórios. Não é este o Brasil que queremos”, conclui.

Rádio Câmara

A Câmara Municipal de Mogi das Cruzes deu início a processo licitatório, por meio de pregão, para a compra de equipamentos, materiais e serviços para a implantação do sistema de transmissão de sinal para canal de rádio FM. As propostas deverão ser apresentadas até o dia 12 de dezembro, às 9h30, quando terá início a abertura dos envelopes. Depois da emissora de televisão, agora os vereadores partem para a conquista de uma emissora de rádio, que também irá funcionar às expensas do orçamento do Legislativo.

Calçadas

As calçadas da área central da Cidade que se apresentarem em mau estado de conservação deverão ser reformadas ou reconstruídas pelos proprietários dos respectivos imóveis, obedecendo ao padrão atual de ladrilhos hidráulicos, ou quando houver sinalização tátil, adotar o sistema de piso liso no entorno do espaço geralmente emborrachado para orientar deficientes. As novas normas fazem parte de um projeto de lei de autoria do prefeito Marcus Melo (PSDB), que tramita pela Câmara para ser analisado e votado.

CSI em ação

O Centro de Segurança Integrada (CSI), sistema de vigilância com câmeras de Guararema, mostrou, mais uma vez, a que veio. Após uma quadrilha roubar o Magazine, na tarde de quarta-feira, fugindo logo em seguida, a equipe do CSI, de posse de informações passadas pela Polícia, promoveu o cruzamento de imagens captadas pelas câmeras e identificou o veículo. Repassadas para o Sistema Detecta da Polícia Militar, os marginais foram presos na Avenida Jacu-Pêssego, na Capital. As mercadorias roubadas, especialmente celulares, foram recuperadas.

Visitantes

Mensagem da professora Mônica Felismino, da Escola Municipal Dr. Isidoro Boucault, após visita de seus alunos a O Diário: “Agradeço imensamente a disponibilidade, carinho, paciência e tudo mais… Eles não param de falar, saíram conversando com os pais. Estou feliz e realizada, acredito no potencial educador desta cidade e hoje é prova de que educação de qualidade se faz com vida! Meu muito obrigada de coração. Ano que vem, podem me esperar, terá nova turma”.

Frase
Tenho mais medo de amigo secreto do que de inimigo declarado. Do primeiro você nunca sabe o que vem.
Eduardo Zugaib (que está retornando de palestras no Maranhão), em seu mais novo livro, “Humor de Segunda a Sexta”