CARTAS

Leis frouxas

Recentemente, minha filha com seu marido foram assaltados no Rio de Janeiro e, por um triz, não perderam a vida. Os criminosos, se forem presos, o que é chance remotíssima, receberão, como de praxe, pena muito aquém do crime praticado. Direitos humanos e regime de progressão de cumprimento de pena tratarão de tirá-los o mais breve da cadeia, se acaso presos forem. Nossas leis penais foram elaboradas para beneficiar bandidos no mau sentido. São as mais indulgentes do planeta. Existe nelas nítido viés ideológico com o propósito de desestabilizar a sociedade através da impunidade. A república da bandidagem já está instalada no País há muito tempo. Só não enxerga quem não quer.

Marcelo de Lima Araújo
marcelodelimaaraujo@yahoo.com.br