Lexus tem modelo na briga dos SUVs

RX350 F-Sport reúne muitas qualidades para ganhar espaço no disputado mercado de utilitários esportivos premium

A Lexus, divisão de luxo da Toyota, obteve a classificação premium não só pelas qualidades clássicas desse tipo de marca – luxo, esportividade e tecnologia -, mas também pela durabilidade. Nos Estados Unidos, seu mercado mais forte, a empresa tem como uma de suas principais características a conformidade: mesmo após rodar milhares de quilômetros, o carro mantém o conjunto mecânico e estrutural praticamente como o de um veículo zero. Pouco conhecida no Brasil, a empresa investe no utilitário esportivo RX350 para aproveitar o momento favorável do mercado nacional, onde as marcas premium nunca venderam tanto, e o alto interesse no segmento de SUVs.

O design do RX350 é marcado pela robustez gerada pelas suas proporções: 4,77 metros de comprimento, 1,88 metro de largura e 1,72 metro de altura. Na parte frontal, a identidade visual da marca é exibida através da grade em forma de ampulheta – dois “L” estilizados, na leitura da marca – e das luzes diurnas de LED separada dos faróis. Na lateral, os fortes vincos com linhas extensas e fluidas se juntam às molduras brilhantes dos vidros e as rodas aro 19 com pigmentação acinzentada, exclusiva nesta versão. Na traseira, as lanternas são compostas por luzes de LED, há moldura cromada na tampa do porta-malas e um pequeno aerofólio na parte superior.

Dentro da cabine, o requinte é levado a sério. Portas, volante e bancos são revestidos em couro, sendo que os dianteiros contam com regulagem elétrica e sistema de refrigeração e aquecimento. O painel é composto por plásticos agradáveis ao toque e traz ao centro uma tela de oito polegadas com sistema multimídia que agrega funções de áudio, telefonia, Bluetooth, navegador GPS e DVD. As molduras dasmaçanetas, as pedaleiras e vários botões são cromados. Os comandos do ar-condicionado digital de duas zonas e do rádio no console central estão envolvidos por detalhes em alumínio escovado, presente também em um friso no porta-luvas. O sistema de som conta com 16 altofalantes e o carro ainda traz tetosolar elétrico.

O Lexus RX350 tem preço inicial de R$ 301.350, mas na configuração F-Sport, a top de linha, ganha adereços que elevam o valor para R$ 314.950. O utilitário justifica tal preço com um conteúdo completo. Sensores de estacionamento dianteiro, lateral e traseiro com câmara de ré e visão de 90º, auxílio para partida em rampas, controles de estabilidade e tração, 10 airbags, faróis com acendimento automático,regulagem de altura e lavador, além de freios a disco nas quatro rodas com ABS, EBD e BAS.

Um dos destaques na área de segurança fica por conta do Vehicle Dynamics Integrated Management. O sistema funciona como um mapeamento dos controles eletrônicos e dinâmicos do veículo e tem como função primordial antecipar e posteriormente corrigir situações de falta de tração em alguma roda ou derrapagens.

Sob o capô, o utilitário esportivo é impulsionado por um motor seis cilindros de 3.5 litros, que rende 277 cv a 6.200 rpm e 35,6 kgfm de torque a 4.200 rpm. Junto com este propulsor, trabalha uma caixa de transmissão automática de seis velocidades com opção de trocas manuais na própria alavanca de câmbio ou em “borboletas” no volante. A força gerada pelo motor é distribuída de forma integral e permanente nas quatro rodas. (Raffaele Grosso/AutoPress)

Desempenho – A pesar do tamanho e peso do RX 350, o motor V6 de 277 cv de potência e 35,6 kgfm de torque oferece arrancadas e retomadas bastante desenvoltas. As pisadas no acelerador são interpretadas de maneira agradável. As trocas do câmbio automático de seis marchas são sempre realizadas com a intenção de serem extremamente suaves. A Lexus não divulga oficialmente, mas o zero a 100 km/h é cumprido em oito segundos e a máxima fica em 200 km/h. Mais que suficiente para um SU V. Nota 8

Estabilidade – E mbora seja alto, largo e comprido, o Lexus transmite grande segurança em movimento. Em retas, o modelo se mostra firme. Nas curvas, praticamente não há rolagem. A sensação de que o carro está na mão é constante. Os controles eletrônicos, junto com tração nas quatro rodas de aro 19, calçadas por pneus 235/55, reforçam o domínio sobre o modelo. Nota 9

Interatividade – Tudo é facilitado dentro do RX 350. Os ajustes de banco e volante são elétricos. Os diversos botões espalhados pela cabine são de fácil acesso e manuseio. O tradicional “joystick” da Lexus, no console central, interage com o monitor de oito polegadas e controla todas as funções do carro. O volante multifuncional tem boa pegada e seus comandos permitem que o motorista não precise soltá-lo ao realizar a maior parte das funções. E, por fim, o câmbio automáticos com opção de trocas manuais permite uma boa interação com o motor. Nota 10

Consumo – O Lexus RX 350 F-Sport obteve nota B na categoria e E no geral no Programa de Etiquetagem do Inmetro, com médias de 6,6 km/l na cidade e 8,5 km/l na estrada. Nota 6

Conforto – O s 2,74 metros de entreeixos proporcionam amplo espaço interno. Quatro ocupantes viajam tranquilamente e até um quinto passageiro pode se acomodar bem. Os bancos de couro possuem ótima densidade e os da frente abraçam os ocupantes e contam com aquecimento e ventilação. Já os traseiros se movem para frente ou para trás e podem ser reclinados. A suspensão filtra bem as imperfeições e o isolamento acústico torna quase impossível perceber os ruídos externos, inclusive do motor. Nota 10

Tecnologia – B ancos de couro comaquecimento, ventilação e regulagem elétrica, ar-condicionado digital de duas zonas, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro com câmara de ré, sistema de som premium e teto solar são de série no modelo. Há ainda itens como partida sem chave, piloto automático, sensor de luz e chuva, controle eletrônico de estabilidade e tração, 10 airbags e sistema multimídia completo, entre outros. Nota 9

Habitabilidade – O utilitário é generoso em espaço interno e aumenta ainda mais a sensação pelo teto solar. Há diversos porta-trecos espalhados ao longo da cabine que atendem bem à demanda cotidiana. Entrar e sair do veículo é bem fácil, tanto pelo ângulo de abertura dasportas quanto pela altura do assento. O porta-malas pode ser aberto ou fechado com apenas um toque no botão e comporta 446 litros, podendo chegar a 1.132 litros com o rebatimento dos bancos traseiros. Nota 9

Acabamento – O interior do modelo exala sofisticação e sobriedade, com revestimento em couro e detalhes em aço escovado e cromado. Os poucos plásticos aparentes são agradáveis ao toque. Detalhes como soleiras das portas iluminadas enfatizam ainda mais a sensação de luxo. Nota 9

Design – O RX 350 F-Sport tem presença marcante. Seu porte robusto e seus detalhes cromados atraem olhares. A frente, dominada pela grade em forma de ampulheta, é um pouco exagerada, mas não destoa da ideia de luxo e dá enorme distinção ao modelo, apesar da superpopulação de SU Vs que infesta o trânsito das cidades brasileiras. Nota 8

Custo/benefício – A Lexus pede R$ 314.950 pelo RX 350 F-Sport . O BMW X3 xDrive 35i, com pacote M-Sport e motor seis cilindros de 306, cv sai por R$ 290.450. Já outro concorrente, o Audi Q5 com motor de 3.0 litros de 272 cv custa R$ 272.190. Ambos possuem tração integral e lista de acessórios similar. Nota 6

Total – O Lexus RX 350 F-Sport somou 84 em 100 pontos possíveis.


Deixe seu comentário