SAÚDE

Licitação da maternidade municipal deve sair nesta semana

Processo definirá a empresa que ficará responsável pela construção do prédio no distrito de Braz Cubas. (Foto: Divulgação)
Processo definirá a empresa que ficará responsável pela construção do prédio no distrito de Braz Cubas. (Foto: Divulgação)

Nesta semana, a Prefeitura de Mogi deve realizar a abertura do processo de licitação para construção da Maternidade Municipal, em Braz Cubas. No ano passado, a Administração Municipal conseguiu a doação de uma área de 3 mil metros quadrados localizada na Rua Francisco Afonso de Melo, 550, onde funcionou o antigo Fórum Distrital de Braz Cubas, ao lado do Hospital Municipal, para construção da futura maternidade.

O objetivo da Administração Municipal é suprir as necessidades de assistência às gestantes e bebês, com todos os recursos e equipamentos necessários para oferecer atendimento qualificado, seguro e humanizado. Atualmente, Mogi conta apenas com a Maternidade da Santa Casa de Misericórdia, que presta atendimento regional e há muito tempo está operando acima da capacidade.

“O projeto para construção da Maternidade Municipal foi feito com a participação dos profissionais da Saúde, num diálogo muito aberto com toda a equipe que atua na área, inclusive com ajuda da Santa Casa. Será mais um importante avanço na área da Saúde, que vem ampliando e qualificando cada vez mais sua estrutura nos últimos anos”, explicou o prefeito Marcus Melo (PSDB).

O projeto da futura Maternidade Municipal prevê a construção de um prédio com aproximadamente 7 mil metros quadrados distribuídos em sete pavimentos (do subsolo ao quinto andar), e contará com 51 leitos, mais 10 leitos de UTI Neonatal e de 10 leitos de cuidados intermediários, além da UTI Adulto, Centro Obstétrico e demais espaços especializados. Terá capacidade para realizar entre 400 e 500 partos por mês.


Deixe seu comentário