CARTAS

Lixo doméstico

Sem querer, inicialmente, contrapor a qualquer projeto de aproveitamento do lixo que produzimos, pelo sistema de compostagem, já existem estudos consistentes de que o nosso material descartado gerará um adubo impróprio para uso na agricultura local, que é essencialmente de frutas, verduras e flores, que são muito sensíveis por seu curto período de afloramento e aproveitamento. Parece-me que existe até legislação do Ministério da Agricultura a respeito.

E para o tratamento em larga escala, não conseguiram ainda a eliminação do cheiro forte que certamente incomodará uma grande área do local instalado. A agricultura no Brasil acompanha os avanços da Embrapa e a Monsanto teve muita influência nesse particular.

A entidade, entretanto, está convidada participar conosco das discussões periódicas que fazemos, alguns cidadãos mogianos, e ali poder apresentar, discutir e expor as suas propostas.

Mas o que concluímos até agora é que a melhor solução é a geração de energia, uma URE, cujo retorno do investimento é o mais concreto.

José Arraes

Mogilar, Mogi das Cruzes