MÚSICA

MC mogiano participa de festival internacional

REFERÊNCIA Acme SAM é atuante na cena hip-hop de Mogi das Cruzes desde 1999, tendo criado e participado de vários grupos musicais e viabilizado projetos na área. (Foto: divulgação)
REFERÊNCIA Acme SAM é atuante na cena hip-hop de Mogi das Cruzes desde 1999, tendo criado e participado de vários grupos musicais e viabilizado projetos na área. (Foto: divulgação)

O artista mogiano MC Acme SAM será uma das atrações do Peace Connection Festival, que reunirá artistas de várias partes do mundo, hoje, em um grande encontro virtual para celebrar o poder da arte na reconstrução e reconexão do humano com sua própria natureza e o planeta. A ‘live’ acontece no canal do Youtube do festival, das 18h18 às 20h20. Além de Acme, participarão Acordes Vizinho, Bruna Caram, Chachi, Clovys Torres, Karla da Silva, Magali, Rachel Lessa, Rodrigo Del Arc e Trupé.

O propósito do evento, segundo informações da produção, é levar entretenimento de qualidade, entendendo o momento vivido pelas pessoas, que estão isoladas e precisando de uma simples palavra ou até mesmo um pouco de descontração. Também é beneficente ao Instituto Projeto Sonhar do Capão Redondo, em São Paulo.

Acme SAM é bastante atuante na cena hip-hop de Mogi das Cruzes desde 1999, quando foi criado o grupo Nível de Cima. O grupo encerrou suas atividades em 2004, mas foi retomado em 2014 e, em junho de 2016, lançou o álbum Nível de Cima. O MC também fez parte da banda Funkciona.  Como ativista cultural, já fez parte dos coletivos Incentivo Hip-Hop, Rede Nacional das Casas do Hip-Hop e 90 BPM. Foi um dos criadores da Associação Mogiana de Hip-Hop (que presidiu por dois anos), da Casa do Hip-Hop de Mogi das Cruzes e da batalha Arena MC e da Mogicity Produções. E criou projetos como o Start Hip-Hop, que consiste em palestras e debates; MogicityBattle, com batalhas de breaking e de MCs, além de reunir DJs e grafiteiros, e MogiSound System.

No ano de 2016, Acme S.A.M consolida evolução da cena rap de Mogi das Cruzes lançando o EP De Onde Eu Venho, seu trabalho solo, com sete faixas que atestam a qualidade do rap mogiano e vem atuando na cena local organizando eventos. No ano passado, lançou o clipe “Mogi é nóis que tá”, juntamente com Niw Rapper, e vem trabalhando algumas músicas solo, após finalizar o novo CD do grupo Nível de Cima, que sai neste ano, e seu próximo CD solo.


Deixe seu comentário