ARTIGO

Meditação pela paz

Olavo Câmara

Os Rosacruzes, leia-se Ordem Rosacruz AMORC (AMORC são as iniciais de Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis), convida para neste domingo, dia 23, às 10 horas para realização de meditação pela paz, na Rua Engenheiro Eugênio Motta, 788 – Alto do Ipiranga. Esta cerimônia é realizada todos os anos. Os Rosacruzes do mundo inteiro participam da meditação pela paz, sempre acontecendo no quarto domingo de junho. A meditação é aberta a todos e totalmente gratuita e destina-se a contribuir para a paz, seja a paz interior e ao nosso redor.

O filósofo Baruch Spinoza disse: “A paz não é a ausência da guerra é uma virtude, um estado de espírito, uma disposição para a benevolência, a confiança e a justiça. Todos os leitores deste tradicional jornal estão convidados. Paz palavra de apenas três letras mas de grande significado para a humanidade. “Ah se todos meditassem na paz todos os dias, por apenas cinco minutos, a paz, com certeza prevaleceria em todos os países” (frase de Mahatma Ghandi). A partir daí o grau de consciência da humanidade seria elevado e o mundo seria muito melhor. Cabe destacar que a paz mundial começa no interior de cada ser humano. Há gastos desnecessários em todos os países com armamentos, desperdício de alimentos, lixo que poderia ser reaproveitado e de água potável que não se faz reuso. Mabel Collins, pessoa mística e filósofa pertencente a Sociedade Teosófica, certa vez disse: “Quando uma alma se levanta, levanta o mundo”. Todos os seres humanos são iguais em dignidade e possui em seu interior uma chispa divina, ou seja, o Deus do seu coração. O Deus do seu coração é o seu conceito de Deus ou da divindade. Todos os seres humanos do planeta podem contribuir para a paz.

Quando se vê o noticiário diário surgem tristezas, crianças pobres e morrendo, outras desnutridas, pais desesperados e o povo fugindo dos conflitos para outras regiões, apenas com as roupas dos seus corpos. Por que tantos infortúnios, violência e milhões de mortes com as guerras que já aconteceram e outras que estão acontecendo? Por acaso não é o grau de baixa consciência dos seres humanos? Portanto, aproveita esta oportunidade e contribua para a paz. Venha meditar, traga os seus pensamentos positivos e ajude a elevar a consciência da humanidade.

Olavo Câmara é advogado, professor universitário, mestre e doutor em Direito e Política.


Deixe seu comentário