JUNDIAPEBA

Menor de idade é salvo de ‘Tribunal do Crime’ em Mogi

Jovem era mantido em barraco em Jundiapeba, onde possivelmente seria assassinado. (Foto: Divulgação)
Jovem era mantido em barraco em Jundiapeba, onde possivelmente seria assassinado. (Foto: Divulgação)

Um adolescente, de 17 anos, morador em Suzano, comprou drogas para vender, mas não quitou a dívida de modo que foi pego nesta terça-feira e levado à força para um barraco em Jundiapeba, pois seria submetido a julgamento no “Tribunal do Crime” promovido por membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

O infrator, no entanto, foi salvo pelo tenente Dirceu, o cabo Rodrigues e o policial Netto, da Força Tática Comando, do 17º BPM/M. A equipe cercou o barraco que servia de cativeiro, perto da Rua José Pereira, resgatou o traficante juvenil e ainda capturou o bandido identificado como Rodrigo Alves dos Santos.

Com Rodrigo que contou estar no local apenas para vigiar o adolescente, o tenente Dirceu e os seus policiais encontraram um simulacro de uma pistola automática.

O suspeito e a arma de brinquedo, além da própria vítima, o menor, de 17 anos, cuja identidade não pode ser revelada por causa do Estatuto da Criança e do Adolescente, foram apresentados no 4º Distrito Policial, em Jundiapeba. O delegado titular Alexandre Cavalca adotou as medidas de Polícia Judiciária. A Polícia deve prosseguir nas buscas com a finalidade de tentar encontrar os outros integrantes da facção envolvidos nessa ocorrência.


Deixe seu comentário