CARTAS

Milagre acontece

Em 2011, na gestão do ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o valor do contrato de dois lotes de varrição das ruas da Capital, custou R$ 1,136 bilhão. Em 2014, o então prefeito Fernando Haddad (PT) fechou dois lotes também por R$ 1,066 bilhão. Já no mês de julho deste ano, o prefeito Bruno Covas, sem conseguir fazer licitação, fechou o contrato de seis lotes por R$ 966 milhões. E, agora em novembro publicou edital com valor de referência de R$ 970 milhões, e concluiu a licitação dos seis lotes, por um valor R$ 170 milhões menor, ou R$ 800 milhões por ano. Milagre? Não! Inteligente, o prefeito Bruno Covas (PSDB) licitando seis lotes, exerceu a melhor regra de mercado do mundo, ou seja, aumentou a concorrência! Agora é só fiscalizar a qualidade do serviço! E com essa economia de R$ 170 milhões poderá custear a manutenção das 185 pontes e viadutos da cidade e até construir algumas creches para nossas crianças. Uma boa administração merece aplauso! E corrupção, cadeia.

Paulo Panossian
paulopanossian@hotmail.com