INFORMAÇÃO

Ministro vai ver de perto ação na Kaoru Hiramatsu

A decisão do ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, de visitar Mogi das Cruzes, amanhã, para conhecer de perto projetos habitacionais desenvolvidos no município, em especial na avenida Kaoru Hiramatsu, na região da Porteira Preta. Ali, numa parceria com a Caixa Econômica Federal, foram construídos cerca de mil apartamentos, além de obras de infraestrutura que incluíram a duplicação daquela via, esgotamente sanitário, implantação de um Centro Municipal de Programas Educacionais (Cempre), creche e uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). Um projeto ambicioso, que despertou a atenção do ministro, assim como o fato de o programa Minha Casa, Minha Vida haver construído 5.240 unidades residenciais no município, durante o governo do prefeito Marco Bertaiolli (PSD), segundo ele mesmo disse ao ministro. “Mogi teve a ‘Minha Casa’ que deu certo, e isso instigou a curiosidade do ministro”, contou Bertaiolli, que relatou a Canuto as ações desenvolvidas pelo município antes e depois das ocupações para proporcionar melhor adaptação aos moradores, muitos dos quais saíam de barracos para ocupar apartamentos do programa. Segundo o deputado, a audiência com o ministro, que deveria durar meia hora, acabou se estendendo por mais de duas horas, já que Canuto se mostrou interessado em saber detalhes das ações desenvolvidas em Mogi junto com o programa “Minha Casa”. O deputado, então, não perdeu a oportunidade e aproveitou para convidá-lo a vir para Mogi, conhecer de perto aquilo que ele havia acabado de expor. O ministro aceitou, de primeira, já que está em busca de subsídios para colocar em prática uma nova fase do programa habitacional, agora sob a administração do governo Bolsonaro. A visita ao Akimatsuri será uma consequência natural da presença do ministro na cidade.

Autismo

O Instituto Mauricio de Sousa divulgou uma tirinha inédita com a participação da Turma da Mônica e o personagem André, um autista, criado especialmente para falar sobre o tema. Como parte dos eventos relacionados ao Dia Mundial da Conscientização Sobre o Autismo, o Instituto está lançando mais seis animações de 30 segundos cada. Os vídeos podem ser encontrados nos canais oficiais do Instituto e no YouTube da Turma da Mônica, destacando a necessidade do diagnóstico precoce para tratamento do problema.

Biometria

Com uma campanha publicitária em emissoras de rádio e televisão, o Tribunal Regional Eleitoral retomou, nesta semana, o cadastramento biométrico dos eleitores do Estado de São Paulo. O TRE-SP espera atingir todo o eleitorado paulista, independentemente da obrigatoriedade ou não de realizar o cadastramento em 2019. Mais da metade dos 33 milhões ainda não fez a biometria. A meta da Justiça Eleitoral é cadastrar as digitais até 2022.

Maternidade

Um grupo de trabalho formado por funcionários ligados às secretarias de Gestão, Finanças e Obras está analisando cerca de 30 mil documentos entregues por 30 empresas e consórcios pré-qualificados na licitação para construção da futura Maternidade Municipal, no distrito de Braz Cubas. A maratona caminha célere, incentivada pelo prefeito Marcus Melo (PSDB), que deseja ver o trabalho concluído até o final deste mês, para dar continuidade ao processo.

Hospital

Três organizações sociais ligadas à área da Saúde participam da etapa final da concorrência para escolha da futura administradora do Hospital Municipal Waldemar Costa Filho, também em Braz Cubas. Estão sendo avalidas as propostas financeiras apresentadas pela Pró-Saúde (atual administradora), Fundação ABC e Insaúde. Até o final da próxima semana, será anunciada a vencedora. A partir daí, haverá cinco dias para recursos, antes da homologação.

Tuitar é preciso, governar não é preciso.

Renato Terra, na revista Época deste final de semana