PAULISTA SUB-23

Miranda deixa o comando do União

Wagner Miranda treinou o time em apenas dois jogos do Paulista. (Foto: Eisner Soares)
Wagner Miranda treinou o time em apenas dois jogos do Paulista. (Foto: Eisner Soares)

Wagner Miranda não é mais técnico do União. O treinador fez um comunicado com os dirigentes do alvirrubro e após uma rápida reunião, as partes chegaram a um acordo e os cartolas do alvirrubro dizem que vão ao mercado em busca de um novo nome para comandar o time no Campeonato Paulista sub-23 da Segunda Divisão. Como a saída ocorreu na tarde de ontem, o presidente Osmar Novaes conversou com o auxiliar Adriano Rodrigues da Silva, que aceitou dirigir o time contra o Paulista, no pega deste sábado à tarde no Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí.

Desta forma, a diretoria espera anunciar o nome do novo técnico na próxima segunda-feira. “O Adriano será o técnico interino e vai comandar o time em Jundiaí”, disse Munir Furriel, diretor de Futebol do clube mogiano.

Aso lado do presidente, Furriel afirmou que a diretoria já procura um substituto para Furriel. “Já temos alguns nomes em vista, mas prefiro não adiantar porque as conversas são iniciais. Não dá para cravar nada hoje”, assinalou o dirigente.

Sobre a saída de Miranda, Munir foi sucinto e apenas disse que os dirigentes não esperavam a saída do técnico. “Ele nos pegou de surpresa. Disse que surgiram problemas pessoais para resolver e que não teria mais condições de permanecer conosco”, afirmou Furriel.

Miranda deixa o União às vésperas da terceira partida no campeonato. Em dois jogos sob o seu comando, o alvirrubro perdeu em casa do Joseense, por 1 a 0, e fora de casa, por 2 a 1, do Guarulhos.

Ele participou de toda a formação do grupo unionista para o Paulista da Segunda Divisão. Desde observar os jogadores da base do União até os atletas que vieram ao alvirrubro participar do processo de seleção. “O Wagner fez um bom trabalho. Treinou bem o time, nos jogos havia posicionamento do elenco. Uma pena que ele foi embora”, disse Furriel.

Apesar do bom trabalho no campo do jogo, Miranda não teve tempo de acertar o time para o campeonato. Com a chegada de jogadores, segundo os dirigentes, o técnico voltaria a ser avaliado pela diretoria após a partida diante do Paulista.

Pelo menos foi o que deixou transparecer o presidente Novaes, em entrevista a O Diário, publicada na última terça-feira, numa analise do time após a derrota diante do Guarulhos. Para ele, com os reofrços, o técnico teria tempo para “ajustar” o União para o duelo deste sábado.

Novaes disse que esperava uma reação do time, no último domingo. “Fomos com um time mais forte para jogar com o Guarulhos. Infelizmente o grupo mostrou um pouco de falta de entrosamento. Esperamos uma equipe melhor ajustada no próximo jogo”, ressaltou Novaes.

No lado positivo, o União pode ter a sorte de repetir a boa cmapanha da temporada passada com a troca de técnicos. Em junho do ano passado, o auxiliar Cláudio Matosinhos assumiu o lugar de Paulo Mulle e levou o time para a semifinal do Paulista. Teremos repeteco?


Deixe seu comentário