COMPETIÇÃO

Mogi Basquete tenta manter o embalo no NBB

REFORÇO Após período na Seleção Brasileira militar, o ala/ pivô Paranhos volta a defender Mogi na noite de hoje, contra o Pinheiros. (Foto: divulgação - Antonio Penedo - Mogi Basquete)
REFORÇO Após período na Seleção Brasileira militar, o ala/ pivô Paranhos volta a defender Mogi na noite de hoje, contra o Pinheiros. (Foto: divulgação – Antonio Penedo – Mogi Basquete)

O Mogi Basquete tenta se manter invicto e no embalo na 12ª edição do Novo Basquete Brasil (NBB12). O time mogiano recebe o Pinheiros hoje, às 20 horas, para se manter na vice-liderança do campeonato em duelo programado para o ginásio municipal Hugo Ramos, no Mogilar. O elenco do técnico joga de olho na quarta vitória consecutiva – a segunda ditante dos seus torcedores – diante de um rival que ocupa o sétimo lugar e que chega com o retrospecto de duas vitórias seguidas fora de casa – Rio Claro e São José.

Apesar da invencibilidade no NBB, o time do Mogi buscará a reabilitação depois de perder seu último compromisso diante do argentino San Lorenzo, em duelo válido pela Liga das Américas, no Mogilar, na noite da última segunda-feira.

Como ocorre desde o início da temporada, o Mogi tem problemas para o jogo de hoje. A baixa da vez será o armador Alexey, com dores no joelho esquerdo. Por outro lado, o técnico Guerrinha terá o reforço do ala/pivô Paranhos, que fará a sua estreia na competição.

Paranhos estava na Seleção Brasileira, que obteve a quarta colocação no Mundial Militar, realizado na China. “Acrescentou muito no meu jogo ter jogado esse Mundial, com um basquete diferente do que a gente tem aqui no Brasil e com um nível alto de se jogar. Agora é voltar e tentar agregar isso no Mogi no decorrer da temporada”, afirmou o jogador.

A volta do jogador ajudará muito o técnico Guerrinha na rotação e também no garrafão da equipe, que não conta com o pivô João Pedro Demétrio, se recuperando de cirurgia no braço esquerdo. Guerrinha também terá Alex, recém-contratado, e Fabrício, retornando de suspensão, mais integrados ao elenco após os treinamentos. “Estamos com um lado competitivo muito intenso, principalmente depois de um jogo internacional, porque a equipe absorve isso e transfere para o jogo interno. Esperamos fazer uma boa partida e sair com uma vitória. O Pinheiros é uma equipe muito competitiva, ganhou dois jogos fora, em São José e Rio Claro, que são difíceis”

O pega de hoje reabre a série de jogos do Mogi contra times que atingiram a etapa final e quartas de final do Campeonato Paulista desta temporada. Os mogianos já passaram pelo Paulistano, São Paulo e Corinthians.

Após o jogo de hoje com o Pinheiros, o Mogi viajará para o interior do estado para os duelos com Bauru (dia 9) e Franca (dia 11) para fechar o miniestadual dos mogianos na competição brasileira, em novembro.

Deixe seu comentário