BASQUETE

Mogi dá passo importante à semifinal

(Stephan Eilert - Basq Cearense - Divulgação)
A partir do segundo quarto, o Mogi manteve maior controle da bola em Fortaleza (Foto: Stephan Eilert – Basq Cearense – Divulgação)

O Mogi/Helbor pode abrir uma enorme vantagem para se classificar para a etapa semifinal da 11ª edição do Novo Basquete Brasil (NBB11). Basta conseguir a segunda vitória sobre o Basquete Cearense na próxima sexta-feira, às 21h10, no Ginásio Municipal Hugo Ramos, no Mogilar. Na abertura do playoff quartas de final entre os times, os mogianos venceram o pega em Fortaleza, por 77 a 69 (35 a 28 no primeiro tempo), na noite do último sábado. Em caso de novo resultado positivo, o time do técnico Guerrinha ficará a uma vitória de fechar a série. Já os cearenses precisam superar o rival do Alto Tietê para levar o quarto jogo para o seu ginásio.

O problema para o Cearense é que os dois próximos jogos do playoff são em Mogi. O segundo da série nesta sexta-feira e o terceiro está programado para o próximo domingo, às 19 horas, também no Mogilar.

Quem passar do duelo entre Mogi e Cearense vai jogar a fase semifinal do NBB11 contra o vencedor do playoff entre Franca e Bauru, que iniciam a série melhor de cinco partidas na noite de hoje, no ginásio bauruense Panela de Pressão.

Depois de abrir uma vantagem de serte pontos ao final do primeiro tempo, o Mogi passou a administrar o placar e, em média, ficou sempre 10 pontos à frente do Cearense. “O importante no playoff é ganhar de um ponto e vitória é vitória. Fora de casa, melhor ainda. Agora é voltar e se preparar para o segundo jogo, que é o mais importante da série”, ressaltou o técnico Guerrinha.

Com a experiência nos casos de dopagem e punição do caso Shamell, que ainda envolveu o técnico Guerrinha e o auxiliar técnico Danilo Padovani, a direção do time mogiano decidiu não utilizar o ala Filipin no jogo do último sábado.

O Mogi, segundo a assessoria de imprensa, aguarda a liberação de uma Autorização de Uso Terapêutico (AUT) fornecido pela Autoridade de Controle de Dopagem (ABCD) para o jogador entrar em quadra

Filipin sofreu uma forte crise renal após o jogo contra o Sesi, no dia 23 de março – pela etapa de classificação do NBB11 -, e foi levado às pressas para o pronto socorro, sendo medicado para amenizar o quadro de intensas dores.

Por isso, a direção do clube solicitou para a entidade AUT para resguardar o jogador de qualquer problema posterior com a medicação aplicada em um momento de urgência pela equipe médica do hospital.