MUDANÇA

Mogi das Cruzes atualiza o Sistema de Saúde

HISTÓRIA Sistema Integrado de Saúde foi criado em 2010 e agrupa todas as informações da rede de serviços públicos municipais. (Foto: divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde está iniciando uma nova atualização do Sistema Integrado de Saúde (SIS) para aprimorar a qualidade dos atendimentos feitos nas unidades públicas. O SIS foi implantado em 2010 com o objetivo de permitir a gestão plena dos equipamentos de saúde do município e facilitar o acesso para os munícipes por meio de recursos tecnológicos.

De acordo com a Prefeitura, uma das principais mudanças ocorre no prontuário eletrônico que, com a nova atualização, passa a seguir um mesmo padrão para todos os setores da rede, além de informações integradas das especialidades. Para os profissionais, entre as vantagens está o acesso dinâmico às agendas futuras e retroativas e o acesso aos relatórios de gestão, otimizando, por exemplo, a organização das filas de atendimento (sala de curativos, procedimentos de enfermagem) e a gestão das agendas de coleta e exames de imagens. Outro recurso será um módulo exclusivo para os acompanhamentos de pré-natal.

Na última semana, profissionais da Rede Municipal de Saúde realizaram treinamentos de capacitação para operar o novo sistema. Com isso, os munícipes terão a garantia da qualidade e do desempenho oferecido pela saúde mogiana.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Bezerra, explica a necessidade da mudança. “A tecnologia avança muito rápido e o sistema antigo estava desatualizado, faltavam alguns recursos que irão permitir, por exemplo, a identificação de pessoas com deficiência, para que sejam atendidas com prioridade. Além disso, a otimização de filas possibilitará uma agilidade nos atendimentos”, explicou.

Desde a sua implantação, esse banco de dados promoveu mudanças como a informatização das ações e atendimentos e a disponibilização de recursos importantes como prontuário eletrônico, controle de estoques de medicamentos e insumos, oferta de vagas e confirmação de consultas e exames por mensagens de celular ou fonadas.

O sistema criou também o cartão SIS, onde todo atendimento feito pelo paciente em qualquer unidade de saúde fica registrado em um cadastro único: consultas médicas, exames, medicamentos retirados nos postos, vacinas, entre outros. Sua apresentação é obrigatória para todos os atendimentos ambulatoriais, como consultas de rotina, exames e retornos.

O cartão SIS é o documento de acesso para os pacientes na saúde mogiana.


Deixe seu comentário