ALERTA

Mogi das Cruzes confirma dois novos casos de sarampo

ALETA Por conta do avanço de ocorrências, a cidade já aplicou cerca de 14 mil doses da vacina contra a doença neste ano. (Foto: arquivo)

A Vigilância Epidemiológica de Mogi das Cruzes divulgou nesta sexta-feira, 09, que cerca de 14 mil doses da vacina contra o sarampo já foram aplicadas no município desde o início do ano. A cidade confirmou mais dois casos da doença nesta sexta-feira. As pacientes – duas mulheres de 38 e 22 anos, moradoras na Vila Suíssa – têm quatro clínico estável.

Até o momento, Mogi soma nove registros positivos da doença, enquanto outras 25 suspeitas aguardam análise laboratorial.

De acordo com a Secretaria de Saúde, de janeiro a junho, a cidade aplicou uma média mensal de 1,5 mil vacinas contra o sarampo. Já em julho, quando o primeiro caso foi confirmado na cidade, 4,2 mil imunizações foram realizadas em postos de saúde, além de 1.150 durante ações de bloqueio e varreduras.

Em nota, a pasta afirmou que estão sendo adotadas todas as medidas de contenção e monitoramento dos casos para prevenir uma possível epidemia na cidade. As ações são preconizadas pelo Estado.

Nesta sexta-feira, foi realizado bloqueio em uma escola da região central de Mogi. O nome da instituição não foi divulgado por questões éticas. No procedimento, todos os familiares e colegas de trabalho ou de escola de um paciente infectado são orientados a procurar uma unidade de saúde para receber a vacina, com orientação e supervisão das equipes de vigilância.

Na manhã deste sábado, deverá ocorrer varreduras nas ruas Benedito Sérvulo Santana, Francisco Vaz Coelho, Padre Eustáquio e avenida Dona Antonia Maria de Souza, na Vila Lavínia, e também na zona rural de Biritiba Ussu. A ação é indicada para casos confirmados, onde é realizada a vacinação indiscriminada de todas as pessoas que residem no mesmo quarteirão do paciente.

Contingência

Em março, a Secretaria de Saúde reuniu representantes de todos os hospitais e pronto atendimentos da cidade para apresentar o Plano de Contingência de Sarampo – Município de Mogi das Cruzes 2019. Diretores, médicos, enfermeiros e representantes do Núcleo de Epidemiologia e de laboratórios da cidade participaram da iniciativa.

As orientações têm sido reforçadas nas últimas semanas, sobretudo no que se refere aos procedimentos necessários diante do alto nível de contágio da doença.

A secretaria afirma que a forma mais eficaz de prevenir o sarampo é a vacina, que faz parte do calendário de rotina. Quem tem menos de 29 anos precisa ter duas doses da vacina registradas na caderneta. A partir dessa faixa etária deverá possuir, pelo menos, uma. Em caso de dúvida é recomendado procurar uma unidade de saúde levando a caderneta de vacinação.