Mogi discute ações para manter empregos com a pandemia

Grupo firma compromisso para consumir bens e serviços preferencialmente de empreendedores da cidade. (Foto: arquivo)
Grupo firma compromisso para consumir bens e serviços preferencialmente de empreendedores da cidade. (Foto: arquivo)

Um grupo formado por CEOs de 20 das maiores empresas de Mogi firmou compromisso para consumir bens e serviços preferencialmente de empreendedores da cidade. O pacto, selado junto ao prefeito Marcus Melo (PSDB) durante teleconferência é uma medida de apoio ao trabalho para apoiar as empresas locais e manter os empregos dos trabalhadores mogianos.

A iniciativa deve gerar oportunidades de negócio aos pequenos empreendedores. “Muitas compram componentes para seu processo produtivo de fora, mas também consomem serviços e produtos que podem ser contratados ou adquiridos na cidade, como segurança, alimentação, zeladoria, transporte, artigos de papelaria, limpeza e higiene”, destaca o prefeito.

Outro compromisso assumido é o de evitar ao máximo as demissões de trabalhadores. Para isso, as empresas estão utilizando as alternativas criadas pelo governo. “A situação é difícil, mas em geral, as empresas têm fôlego de pelo menos mais dois meses para evitar a redução de quadros”, assinala o secretário de Desenvolvimento Econômico e Social da Prefeitura, Simei Baldani. “O momento é de conversar individualmente com cada uma dessas empresas para buscar oportunidades que possam ajudá-las”, completa o diretor de Indústria da Prefeitura, Claudio Costa.

A teleconferência promovida pela Prefeitura foi bem recebida pelos líderes empresariais. Fernando Campos Passos, diretor-geral da Ponsse, estimou que a retomada dos negócios em níveis como os de 2019 só irá aconteceu em período aproximado de três anos. “A formação deste grupo de empresários, com os técnicos da Prefeitura é muito válido. Temos que procurar gerar oportunidades entre as empresas da própria cidade”, destacou.

Fábio Matos, diretor jurídico da Elgin, também aposta na sinergia entre as empresas para manter os negócios. “É fundamental para a cidade e já está funcionando. Fechamos acordo e seremos clientes do novo braço logístico da Gerdau, anunciado há poucos dias”, disse.

O prefeito que a estratégia vai ao encontro do Plano de Retomada Econômica apresentado nesta semana. “Mogi precisa estar preparada e forte para o período de recuperação pós-pandemia, porque essa crise vai passar”, salientou.

O plano com ações a serem adotadas para superar as dificuldades trazidas pela pandemia causada pelo coronavírus aos setores produtivos do município foi finalizado nesta semana pela Prefeitura de Mogi, com objetivo de estimular o desenvolvimento da cidade, criação de empregos e geração de renda para empresas e à população. O documento traz diretrizes nos setores de empregabilidade, de apoio ao empreendedor, de parceria com as indústrias e de inovação tecnológica.

Na última quarta-feira, o plano foi aprovado pelo Conselho Municipal de Inovação e Tecnologia (CMIT) e aprovado pelos membros e seguiu à Câmara Municipal, para que os vereadores pudessem conhecer o conteúdo e contribuir com o trabalho que prevê ações de implantação em curto prazo, execução ágil, baixo custo, foco na transformação digital e participação de entidades parceiras, empresas e comunidade. As primeiras atividades programadas são o lançamento de um portal, que será uma Central de Apoio ao Empreendedor, com informações de interesse dos setores produtivos, serviços disponibilizados online, espaço para capacitações e conexões com os principais parceiros. Também deverá ser iniciado um chamamento público para os parceiros interessados em contribuir com conteúdo para ser disponibilizado aos empreendedores.

Na sequência deverão ser colocadas em prática outras ações, como o Made in Mogi, uma plataforma para conectar a cidade com soluções tecnológicas e de inovação; o Playlist Emprega, uma coleção de vídeos com capacitações e casos de sucesso; o Emprega Digital, que modernizará o Emprega Mogi, trazendo mais acessibilidade à população e empresas; e o lançamento das Rodadas de Mentoria, com a formação de grupos de empreendedores que receberão orientação online de contadores, advogados e outros especialistas em negócios. O trabalho continuará com o lançamento de um Caderno Econômico, o Emprega Certifica, o Demo Day e Rodadas de Negócio.


Deixe seu comentário