Mogi faz confronto direto em Osasco | O Diário de Mogi
BASQUETE

Mogi faz confronto direto em Osasco

Técnico Guerrinha utiliza tempo de jogo para tentar acertar time do Mogi em Sorocaba. (Foto: Antonio Penedo/Mogi/Helbor)

O Mogi/Helbor faz hoje apenas sua quarta partida no Campeonato Paulista de Basquete da Série A-1 e já tem um confronto direto para se manter na zona de classificação para o playoff. Os mogianos enfrentam o Osasco, às 19h30, no Ginásio Geodésico, para subir duas posições na classificação geral e se aproximar do G-4 – grupo dos quatro melhores colocados. Mas terá que passar por um rival que perdeu todos os seus quatro jogos – os três últimos com pequena diferença de pontos – e que está desesperado por um resultado positivo.

Hoje o time do Alto Tietê ocupa o sétimo lugar, com uma vitória e duas derrotas, com quatro pontos. Se vencer, o time do técnico Guerrinha chegará aos seis pontos, bem perto do São José, hoje dono da quarta posição, com 5 pontos, mas que ontem enfrentaria o Bauru fora de casa. Já o Osasco tem a oitava campanha, no limite da zona de classificação, com 3 pontos, e precisa vencer para até ultrapassar os mogianos na classificação.

Depois de duas derrotas fora de casa (Liga Sorocabana e Bauru) e a vitória sobre o América, no Municipal, o Mogi sabe da importância da partida de hoje, onde pode conseguir o primeiro resultado positivo do estadual, para ter mais tranquilidade na sequência da competição. “Será outro jogo duro fora de casa. Evoluímos bastante, mas os outros também estão evoluindo. Nós precisamos da vitória, porque será um confronto direto na classificação para a gente estar no playoff”, explica Guerrinha.

Depois de levar 21 pontos de Franca na estreia e diante dos seus torcedores, o Osasco tem realizado jogos duros contra os rivais, principalmente em seu ginásio. Na última terça-feira, o time perdeu do Pinheiros, por 81 a 76 (45 a 30 no primeiro tempo). Na Capital, a equipe foi superada pelo Paulistano (73 a 72) e novamente no seu ginásio caiu frente ao Sorocaba, por 73 a 71.

Guerrinha prevê dificuldades. “Será um jogo dificílimo. É uma equipe que teve dificuldade apenas no primeiro jogo, porque ficou parada no NBB. Depois disso, jogando na casa do Paulistano perdeu nos últimos ataques, contra o Pinheiros nos lances livres, também nos últimos ataques, e para Sorocaba na última bola.”, ressaltou o treinador do Mogi.

Hoje Guerrinha terá o reforço do o ala-pivô José Carlos, que retornou da Seleção Brasileira sub-21 após vencer o Campeonato Sul-Americano, na Argentina. Segundo o treinador, Zé, como é chamado, vai ajudar muito no revezamento do time durante os jogos, principalmente porque o grupo ainda não contra com Shamell, suspenso por doping, e Gui Deodato, contundido.