COMPETIÇÃO

Mogi Futsal busca recuperação na Liga hoje

PRAZO Time mogiano teve um período de 20 dias para se programar e treinar forte para o duelo de hoje à noite contra o Guaratinguetá, no ginásio do Botujuru. (Foto: arquivo)
PRAZO Time mogiano teve um período de 20 dias para se programar e treinar forte para o duelo de hoje à noite contra o Guaratinguetá, no ginásio do Botujuru. (Foto: arquivo)

A comissão técnica do Mogi Futsal teve exatos 20 dias de preparação para buscar a reabilitação na Liga Paulista de Futsal, principal competição do salonismo de São Paulo. O time do técnico Goda recebe hoje, às 19h45, o Guaratinguetá, em jogo programado para o ginásio do Cempre, no Botujuru. Será a chance da redenção para os mogianos que foram goleados pelo Santo André, de forma implacável, por 7 a 0,na estreia da competição e em confronto realizado no ginásio Noêmia Assunção, no Grande ABC. A comissão técnica do grupo do Alto Tietê analisou o revés como um “apagão”.

Experiência no tema tem o Mogi. Em situação semelhante, o time foi goleado, por 6 a 1, pelo Araraquara, no interior de São Paulo, na segunda partida da Copa Paulista – em março deste ano.

A justificativa de hoje foi a mesma de alguns meses atrás. “Lá no ABC houve um apagão e foi um daqueles dias que nada dá certo. Eles chutaram 10 bolas no gol e fizeram sete e não teve com o entrar na partida no segundo tempo”, afirmou o técnico Goda.

Para ele, o time possui totais condições para dar a volta por cima na disputa. “Nós queremos recuperar na próxima partida. Eu tenho certeza porque estamos trabalhando forte para que a vitória aconteça”, afirmou o treinador do Mogi.

A mesma opinião tem o dirigente Amós Martins. “Chutaram 10 bolas e marcaram sete gols. Nada deu certo naquele dia. Dá para recuperar porque foi o primeiro jogo”, assinalou Martins, demonstrando confiança na recuperação hoje.

Na Copa Paulista, em março, logo após a goleada frente ao Araraquara, o Mogi embalou uma série de quatro vitórias consecutivas sobre Bauru, Dracena, Barueri e o próprio Guaratinguetá, por 4 a 1, no Vale do Paraíba. Só que no sétimo duelo os mogianos caíram em casa, por 6 a 3, diante do São Caetano.

Prováveis coincidências à parte, o importante é que o time mogiano precisa da vitória para deixar a 9ª e última colocação do grupo B da Copa Paulista. O Guaratinguetá também realizou um jogo, quando perdeu em casa do São Carlos, por 5 a 2, e ocupa a sexta colocação. Na liderança está o Pulo do Gato, com sete pontos em três partidas.

O vácuo entre a estreia e o jogo de hoje foi provocado pela morte do jogador Douglas, do Corinthians, no último dia 11. Depois do revés em Santo André, o Mogi receberia no último dia 16 o Indaiatuba, mas a partida foi adiada para outubro por ocnta do falecimento do atleta corintiano.

Para o jogo de hoje o técnico Goda não terá força total. São três jogadores contundidos. O goleiro Giovanni, com um problema no quadril, o fixo Marcelo Paulista se recupera de contusão no ombro, enquanto o ala Bid trata o púbis.