ESPORTES

Mogi nega ser favorito no playoff

Shamell em treino do Mogi: norte-americano tem excelente pontaria. (Foto: Antonio Penedo - Mogi-Helbor - Divulgação)
Shamell em treino do Mogi: norte-americano tem excelente pontaria. (Foto: Antonio Penedo – Mogi-Helbor – Divulgação)

O Mogi/Helbor reinicia hoje sua participação na 11ª edição do Novo Basquete Brasil (NBB11) como favorito para avançar para a fase semifinal. O primeiro jogo da etapa quartas de final com o Basquete Cearense está programado para a Arena CFO, em Fortaleza (CE), às 18 horas (de Brasília). Com melhor campanha do que o rival no período da classificação, os mogianos terão a vantagem de fazer três (se necessários) dos cinco jogos previstos no playoff.

O Mogi, que foi o quarto colocado na fase de classificação e avançou direto às quartas de final, terá o mando de quadra na série contra o Cearense (12º classificado na primeira fase) e terá o direito de sediar os Jogos 2, 3 e um possível 5.

Deppois do confronto de hoje em Fortaleza, os jogos 2 e 3 do playoff serão na próxima semana – nos dias 19 e 21 de abril, no Ginásio Municipal Hugo Ramos, no Mogilar.

O Mogi venceu o Cearense nas duas partidas da etapa de classificação, por 100 a 72 no primeiro turno, no Ginásio Municipal, e por 73 a 60 no segundo turno, em Fortaleza.

Mesmo com o retrospecto positivo, o técnico Guarrinha, que comanda o Mogi, descarta total favoritismo do seu time. “O NBB tem mostrado que não existe mais isso de favorito e é preciso jogar todo jogo”, analisou Guerrinha.

Como avançou de forma direta para as quartas de final, a comissão técnica do Mogi conseguiu recuperar todos os jogadores. Mesmo com força total, Guerrinha prega cuidado com o rival. “Vamos jogar diante de um adversário que vem muito forte para a série, muito encorpado, com 10 jogadores revezando, que tem uma unidade muito grande, com conceitos de equipes que jogam internacionalmente e com vontade de fazer mais história. A gente, com muita dedicação, quer estar entre os quatro, que praticamente nos classifica para a Liga das Américas”, assinalou Guerrinha.

O Basquete Cearense, 12º colocado na primeira fase, se classificou para as quartas após derrotar o Paulistano (atual campeão nacional) nas oitavas de final, por 2 jogos a 0. Agora, o time irá atrás de um feito inédito de sua história no NBB CAIXA: a classificação para as semifinais.

A equipe, em duas oportunidades, avançou para as quartas, mas nunca conseguiu dar um passo a mais e ir para as semifinais. O primeiro revés ocorreu na temporada 2015/2016, quando caiu diante do Mogi, por 3 jogos a 1. Na temporada passada, o Cearense foi eliminado pelo Paulistano, por 3 duelos a 1.