INFOSIGA

Mogi registra aumento em casos de mortes no trânsito de julho para agosto

Dados do Infosiga mostram que número de vítimas fatais nas ruas de Mogi passou de dois para quatro de julho a agosto. (Foto: Arquivo)
Dados do Infosiga mostram que número de vítimas fatais nas ruas de Mogi passou de dois para quatro de julho a agosto. (Foto: Arquivo)

O número de mortes nas ruas de Mogi das Cruzes aumentou de julho para agosto, de acordo com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito (Infosiga). O levantamento mostrou que o volume passou de dois para quatro, de um mês para o outro. Do total, três acidentes foram em vias municipais e um em via de responsabilidade do Governo do Estado.

No Alto Tietê, o levantamento é feito nas cidades de Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes e Suzano. O Infosiga analisa os dados referentes a óbitos enviados mensalmente pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), obtidos por meio de extração do sistema Registro de Ocorrências (RDO) utilizado pela Polícia Civil na elaboração de boletins de ocorrência em todo o Estado de São Paulo.

O maior volume de mortes de janeiro a agosto deste ano foi registrado em Mogi, com 42 casos. No período, Itaquaquecetuba soma 21 mortes, enquanto Suzano apresenta o saldo de 14 ocorrências.

O Infosiga disponibiliza ainda os dados das ocorrências. Em agosto, dos quatro registros, dois aconteceram à noite, um pela manhã e o outro à tarde. O maior número dos acidentes foi em vias municipais: três deles.

Já sobre as vítimas, os quatro mortos eram do sexo masculino. Dois morreram no mesmo dia do fato, um no dia seguinte e o outro em até 30 dias após a ocorrência. Três dos mortos conduziam moto no momento do acidente e um estava de carro.

Apesar da evolução no número de mortes, a Prefeitura de Mogi vem investindo em ações visando diminuir estes indicadores. No dia 21 de agosto, foi lançada a nova fase do programa Mogi pela Vida, que compreende ações de educação para o trânsito, sinalização, engenharia de tráfego e fiscalização.

Na ocasião foi criado ainda o Comitê Municipal de Segurança Viária, formado por 14 membros que atuam diretamente no atendimento e prevenção de ocorrências. Os membros se reúnem mensalmente para avaliar os números de acidentes e mortes disponibilizados pelo sistema Infosiga, discutir e propor ações.

Além disso, nesta semana, o Município está recebendo uma série de ações dentro da Semana Nacional do Trânsito.