Mogianas buscam índices internacionais

Maria e Jaqueline exibem as medalhas do Circuito. (Foto: Divulgação)
Maria e Jaqueline exibem as medalhas do Circuito. (Foto: Divulgação)


GERSON LOURENÇO
Com grande motivação, a paratleta mogiana Jaqueline de Oliveira quer fechar mais uma temporada com “chave de ouro”. Ela voltou a treinar forte para as disputas dos Jogos Paralímpicos Brasileiros, programados para os dias 9 e 10 do próximo mês, no Centro Treinamento Paralímpico Brasileiro, na Capital paulista. “Ela conquistou ótimos resultados este ano e queremos mais até dezembro”, disse a técnico Maria de Lourdes Rocha a Lurdinha.

Segundo a técnica do Clube Náutico Mogiano/Smel, Maria de Lourdes Rocha, a Lurdinha, a preparação para a última etapa nacional do Circuito Loterias Caixa – Atletismo, Halterofilismo e Natação foi essencial para os bons resultados. “Fizemos uma preparação intensa de treinamentos para melhorar os índices e marcas e os resultados mostram que estamos no caminho certo. No próximo ano vamos aprimorar a parte técnica dos treinamentos e ainda efetuar um trabalho de fortalecimento muscular para conquistar índices internacionais”, explicou Lurdinha.

Jaqueline e Maira Xavier conquistaram cinco medalhas no Circuito. As competições foram realizadas entre os dias 12 e 13 deste mês, no Centro de Treinamento Paralímpico, na Capital paulista, sob organização do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). O evento, que reúne a nata do paradesportismo brasileiro, marcou o fim da vitoriosa carreira da atleta Shirlene Coelho, do atletismo.

Entre as mogianas, Jaqueline conquistou três medalhas de prata nas provas de 100 e 200 metros e salto em distância na categoria T37. Além disso, ela bateu seu recorde pessoal nos 100 metros rasos com 15s85. Nas fases anteriores, seu melhor tempo foi de 16s04, na primeira etapa Regional. Maira Xavier também voltou para Mogi com uma medalha de ouro no arremesso de peso e uma de prata no lançamento de disco pela classe F34.


Deixe seu comentário