INFORMAÇÃO

Mogiano recebe distinção da Academia de Viena

SINAL AÉREO Placa da rua Presidente Rodrigues Alves, na área central da cidade, foi atingida por um caminhão com a carga acima do limite permitido.
SINAL AÉREO Placa da rua Presidente Rodrigues Alves, na área central da cidade, foi atingida por um caminhão com a carga acima do limite permitido.

Maestro Luiz de Godoy conclui, com louvor, curso em regência coral na Áustria

Com um concerto realizado na noite da última terça-feira, o maestro brasileiro Luiz de Godoy, nascido em Mogi das Cruzes, concluiu o seu “Diplom” em regência coral pela Universidade de Música e Artes Performáticas de Viena, mais conhecida como Academia de Viena. A programação teve início com a música do Século 13, com Godoy visitando Palestrina, Schütz, o brasileiro Nunes Garcias, Schubert, Mendelssohn, Brahms, Carrapatoso e Swider. Como bis de uma prova com jeito de concerto, já que a Igreja de São Miguel, no centro de Viena, estava lotada, o coro cantou música de Aylton Escobar. As provas do curso são consideradas complexas e se prolongaram por dias. O maestro mogiano recebeu notas máximas em todos os quesitos julgados por oito professores e, ao final do concerto, a comissão avaliadora anunciou que lhe concederia o título de “Magister summa cum laude”, considerado o mais alto que se pode conferir a um aluno daquele curso e uma exceção garantida a poucos. Luiz de Godoy voltou a subir ao palco da mais tradicional sala de concertos da Áustria, na noite de ontem, para reger a Orquestra da Rádio Austríaca, a convite da Academia de Viena, junto de seus colegas que também se formaram em regência orquestral neste ano. O maestro também finaliza este curso e, de malas prontas para se mudar para Hamburgo – onde trabalhará na Ópera Estatal – , foi convidado a reger, no Musikverein, antecipando seu concerto de formatura. A Orquestra da Rádio Austríaca terá, na próxima temporada, a americana Marin Alsop como maestrina titular, que esteve à frente da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), por vários anos. A lista de brasileiros que regeram na Sala Dourada do Musikverein de Viena é seleta. Lá estiveram Villa-Lobos, Eleazar de Carvalho, Isaac Karabtchevsky e John Neschling. O mogiano estará no Brasil, em julho e agosto, ministrando cursos de regência e assumindo dois concertos frente a orquestras e coros do projeto baiano Neojibá.

Suspensão

O juiz de Direito da 1ª Vara do Fórum de Ferraz de Vasconcelos, João Costa Ribeiro Neto, enviou documento à Justiça Eleitoral daquela cidade, no início deste mês, comunicando o trânsito em julgado do acórdão que condenou o ex-prefeito Jorge Abissamra (PL) e o empresário Raul Corrupt Filho com a suspensão dos direitos políticos pelo período de três anos, a contar do dia 16 de agosto de 2018. A condenação se deu em uma ação cível pública por improbidade administrativa em pagamentos pelo fornecimento de refeições.

Tempos difíceis

Em tempos de vacas magras, há uma verdadeira corrida pelas obras públicas colocadas em licitação pelas poucas prefeituras que ainda fazem esse tipo de contratação. Um exemplo disso: nada menos que 11 empresas estão habilitadas para a disputa pela construção do futuro complexo de saúde do bairro do Rodeio, integrado pela Unica Fisio, Pró-Híper e Clínica do Homem. As obras serão executadas na avenida Pedro Romero, no Loteamento Fazenda Rodeio.

Diário da confusão

O livro “Diário de Tremembé- o presídio dos famosos”, de autoria do ex-prefeito de Ferraz, Acir Filló tem repercussões. Alexandre Nardoni, Cristian Cravinhos, Gil Rugai, Mizael Bispo e outros dois condenados por crimes de grande repercussão foram ouvidos num procedimento interno da Vara de Execuções Criminais de São José que apura possíveis irregularidades envolvendo a obra, como a divulgação de informações sobre a unidade e seus internos. Acir diz que a direção do presídio tinha conhecimento do livro.

Amores irreais

“Pedaços de Amores Irreais” é o livro de contos que os escritores mogianos Auro Malaquias dos Santos e Igor Fernando lançam, amanhã, a partir das 19h30, na Pizzaria Imperatore, na rua Senador Dantas, 737. Trata-se da estreia de ambos no gênero. A obra é composta de quatro contos que relatam fantásticas histórias de vida. Como a do estudante que se apaixona pela terrível Medusa, saindo à sua procura; o drama do homem de 170 quilos que se apaixona por uma pessoa misteriosa; ou do jovem que, sofrendo pressão para arrumar namorada, resolve sequestrar o Cupido.

Frase

A árvore que dá mais frutos é a que leva mais pedradas.

Jô Soares, 81 anos, escritor, dramaturgo, ator, apresentador de TV, músico e humorista brasileiro